???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/760
Tipo do documento: Dissertação
Título: As configurações da metrópole na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen
Autor: Andrade, Marcos Luiz de 
Primeiro orientador: Felizardo, Alexandre Bonafim
Primeiro membro da banca: Felizardo, Alexandre Bonafim
Segundo membro da banca: Vicente, Adalberto Luis
Terceiro membro da banca: David, Nismária Alves
Resumo: Este trabalho propõe uma reflexão, a partir da perspectiva poética de Sophia de Mello Breyner Andresen, em torno das configurações da metrópole, devido às mudanças ocorridas, tanto no aspecto geográfico quanto sociológico, no espaço urbano, entre a segunda metade do século XIX e o início do século XX, em função do processo de industrialização e urbanização, do progresso advindo com a modernidade e das alterações nas relações interpessoais do homem moderno e consigo mesmo. Tais transformações compreendem a ruptura entre o ritmo lento da vida na cidade tradicional em que o homem estava habituado e a agitação da cidade grande. O homem, em função do declínio do sistema feudal, abandona a vida pacata do campo e vai para os grandes centros urbanos em busca de melhores oportunidades de trabalho. Em consequência disso, ele se vê forçado a conviver com o ritmo acelerado da metrópole que se expande em função do desenvolvimento tecnológico, industrial, econômico e político, não permitindo mais ao indivíduo manter o estreitamento dos laços afetivos, a convivência familiar, forçando o a viver em meio ao caos que se torna a grande cidade. Dessa forma, o homem perde a sua individualidade e torna-se um ser fragmentado. Por isso, analisaremos poemas da autora que abordam a temática do espaço metropolitano com o objetivo de compreender de que forma a lírica moderna se relaciona com essas transformações e, ainda, entender a perspectiva poética da autora sobre o espaço citadino e as relações sociais regidas pelo capitalismo burguês para compreender toda essa complexidade em que se tornou o espaço citadino e a vida do homem moderno dentro deste contexto. Para tanto, nos amparamos nos seguintes referenciais teóricos, Henri Lefebvre (2001), Walter Benjamim (2ooo – 2009), Julio Pimentel Pinto (1998), Hugo Friedrich (1991), Nicolau Sevcenko 1983), Renato Cordeiro Gomes (1994), Marc Augé (1994), Jean Baudrillard (1991), Carlos Ceia (1996), Eduardo Prado Coelho (1972), António Ramos Rosa (1987), António Manuel dos Santos Cunha (2004), Estela Pinto Ribeiro Lamas (1998), Márcia Barbosa (2001), Luís Ricardo Pereira (2003), Alexandre Bonafim Felizardo (2010-2012), dentre outros.
Abstract: This study proposes a reflection, based on the poetic perspective of Sophia de Mello Breyner Andresen, around the configurations of the metropolis, owing to the changes occurred in urban space, both geographically and sociologically, between these condhalf of the nineteenth century and the beginning of the twentieth century, dueto the industrialization and urbanization processes, the progress that comes with modernity and the changes in the interpersonal and intrapersonal relations of the modern man.Such transformations include the break between the slow lifepace in the traditional city in which man was accustomed and the big city agitation. Man, dueto the decline of the feudal system, abandons the quiet life of the countryside and goes to the great urban centers in order to find Better job opportunities.As a result, He is forced to live with the accelerated rhythm of the metropolis that expands responding to the technological, industrial, economic and political development, no longer allowing the individual to maintain the narrowing of affectiveties, family coexistence, forcing him to live in the chaos which becomes the great city.In this way, man loses his individuality and becomes a fragmented being.Therefore, we Will analyze the authoress’ poems that approach the theme of the metropolitan space aiming to understand how the modern lyric is related to these transformations and also to understand the poetic perspective of the authores on the city space and the social relations which are governed by bourgeois capitalism to comprehendall thiscomplexity in which urban space has become and the life of modern man with in this context .For this, werely on the following theoretical references:Henri Lefebvre (2001), Walter Benjamim (2ooo – 2009), Julio Pimentel Pinto (1998), Hugo Friedrich (1991), Nicolau Sevcenko 1983), Renato Cordeiro Gomes (1994), Marc Augé (1994), Jean Baudrillard (1991),Carlos Ceia (1996), Eduardo Prado Coelho (1972), António Ramos Rosa (1987),António Manuel dos Santos Cunha (2004), Estela Pinto Ribeiro Lamas (1998), Márcia Barbosa (2001),Luís Ricardo Pereira (2003), Alexandre Bonafim Felizardo (2010-2012), among others.
Palavras-chave: Modernidade
Metrópole
Poesia moderna
Modernity
Metropolis
Modernist poetry
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Língua, Literatura e Interculturalidade
Programa: Programa de Pós-Graduação Strito sensu em Língua, Literatura e Interculturalidade (POSLLI)
Citação: ANDRADE, Marcos Luiz de. As configurações da metrópole na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen. 2019. 124 f. Dissertação (Mestrado em Língua, Literatura e Interculturalidade) – Câmpus Cora Coralina, Universidade Estadual de Goiás, Goiás, GO, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/760
Data de defesa: 3-Apr-2019
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Língua, Literatura e Interculturalidade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARCOS_LUIZ_DE_ANDRADE.pdfDissertação734,3 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.