???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/815
Tipo do documento: Dissertação
Título: Cartografias existenciais de mulheres com deficiência auditiva e surdas trabalhadoras na cidade de Goiânia (GO)
Título(s) alternativo(s): Existential cartographies of hearing impaired and deaf working women in the city of Goiânia
Autor: Borba, Letícia 
Primeiro orientador: Gonçalves, Ricardo Junior de Assis Fernandes
Primeiro membro da banca: Gonçalves, Ricardo Junior de Assis Fernandes
Segundo membro da banca: Marques, Ana Carolina de Oliveira
Terceiro membro da banca: Chaveiro, Eguimar Felício
Resumo: Esta pesquisa, com base na perspectiva das “cartografias existenciais”, objetivou “cartografar” as densas trajetórias de existência e inserção no mundo do trabalho de mulheres com deficiência auditivas e surdas trabalhadoras. Com efeito, sublinhou as dificuldades que carregam sendo mulheres, sendo surdas e deficientes auditivas no âmbito laboral. O objetivo geral da pesquisa foi compreender as trajetórias espaciais de trabalhadoras surdas de Goiânia reconhecendo dimensões da sua condição de Pessoa com Deficiência numa sociedade denominada eficiente. Desta forma, a pesquisa primou por desenvolver interpretações de trajetórias espaciais de trabalhadoras surdas a partir de suas inserções sociais em Goiânia. Reveladora de cartografias existenciais de um grupo de mulheres surdas trabalhadoras na cidade de Goiânia, a pesquisa identificou problemas, contradições e potencialidades das trabalhadoras surdas na sociabilidade urbana. A metodologia contou com procedimentos de pesquisa qualitativa. Entre esses procedimentos, destacou-se a revisão bibliográfica, as entrevistas não estruturadas, a participação em eventos e espaços de diálogos e lutas por direitos como a Associação de Mulheres Surdas de Goiânia e Associação de Surdos e Surdas de Goiânia. Nessas associações, as entrevistas permitiram entender a dinâmica dos sujeitos surdos enquanto pessoas trabalhadoras. A pesquisa demonstrou que existem dificuldades de permanência dessas mulheres nas empresas diante de uma realidade de rotatividade e adoecimentos físicos e psicológicos, dificuldades de comunicação em espaços públicos, nas empresas e na família. Os resultados são reveladores de densas trajetórias de mulheres com deficiência auditiva e surdas que enfrentam estruturas históricas de preconceitos, segregação e desafios enfrentados pelas Pessoas com Deficiência. São histórias de mulheres que constituem o caminho da vida enfrentando barreiras físicas e atitudinais, mas carregam experiências de conquistas na educação, nas lutas por direitos, no emprego como fonte de autonomia e alegria; são guardiãs de sonhos por uma sociedade de justiças e dignidades plenas.
Abstract: This research, based on the perspective of "existential cartographies", aimed to "cartograph" the dense trajectories of existence and insertion in the world of work of deaf and deaf women female workers. Indeed, she underlined the difficulties that they carry being women, being deaf and hearing impaired people in the workplace. The general objective of the research was to understand the trajectories space of deaf workers from Goiânia recognizing dimensions of their condition as a person with Disability in a so-called efficient society. In this way, the research excelled in developing Interpretations of spatial trajectories of deaf workers from their social insertions in Goiania. Revealer of existential cartographies of a group of deaf workers in city of Goiânia, the survey identified problems, contradictions and potential of female workers deaf people in urban sociability. The methodology included qualitative research procedures. In between these procedures, highlighted the literature review, unstructured interviews, participation in events and spaces for dialogue and struggles for rights such as the Association of Deaf Women of Goiânia and the Deaf and Deaf Association of Goiânia. In these associations, the interviews allowed us to understand the dynamics of deaf subjects as working people. Research has shown that there are difficulties in the permanence of these women in companies in the face of a reality of turnover and physical and psychological illnesses, communication difficulties in public spaces, in companies and in the family. The results reveal the dense trajectories of women with hearing impairment and deaf people who face historical structures of prejudice, segregation and challenges faced by Disabled people. These are stories of women, who constitute the path of life facing physical and attitudinal barriers, but they carry experiences of achievements in education, in the struggle for rights, in employment as a source of autonomy and joy; are guardians of dreams for a society of justice and full dignities.
Palavras-chave: Cartografias existenciais
Trabalho
Mulheres
Surdez
Goiânia (GO)
Existential cartographies
Work
Women
Deafness
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Geografia
Programa: Programa de Pós-graduação Stricto sensu em Geografia
Citação: BORBA, Letícia. Cartografias existenciais de mulheres com deficiência auditiva e surdas trabalhadoras na cidade de Goiânia (GO). 2021. 89 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Câmpus Cora Coralina, Universidade Estadual de Goiás, Goiás, GO, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/815
Data de defesa: 20-May-2021
Appears in Collections:Mestrado em Geografia
Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO_LETICIA_BORBA.pdfDissertação1,25 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.