???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/810
Tipo do documento: Dissertação
Título: Modelagem ambiental e indicadores de pressão nos recursos hídricos da alta bacia do Rio Vermelho (Goiás)
Autor: Franco, Ana Carolina Santomé 
Primeiro orientador: Souza, José Carlos de
Primeiro membro da banca: Souza, José Carlos de
Segundo membro da banca: Patrick Thomaz de Aquino, Martins
Terceiro membro da banca: Elfany Reis do Nascimento, Lopes
Resumo: Os estudos em Bacias Hidrográficas têm se tornado cada vez mais constantes, enquanto recortes espaciais de análise geográfica, para a avaliação do nível de degradação ambiental e identificação das potencialidades e vulnerabilidades do comportamento de um sistema natural, seja ele antropizado ou não. Tais estudos possibilitam cada vez mais condições para que se tenham bons diagnósticos voltados ao planejamento e gestão dessas áreas. Nesse contexto, as ferramentas de geoprocessamento vêm sendo importantes para os procedimentos da modelagem de sistemas ambientais, auxiliando na definição de indicadores e nos diagnósticos das consequências do uso inadequado dos recursos hídricos. Nesse sentido, este trabalho teve como objetivo desenvolver um índice espacial de pressão nos recursos hídricos para a Alta Bacia do Rio Vermelho, Goiás-GO, (ABRV), na perspectiva da análise integrada da paisagem e baseando se nas características do meio físico e uso e cobertura do solo. A Alta Bacia compõe o sistema de drenagem da bacia do rio Araguaia; está localizada na porção oeste do território goiano, ocupando uma área de 2.107 km²; e seu território é composto pelos municípios de Goiás e Itapirapuã. Para alcançar os obejtivos propostos, foram feitas avaliações espacial, temporal do potencial do uso e cobertura do solo e da densidade de cobertura vegetal (SAVI); um mapeamento de descrição das declividades, geomorfologia e hidrogeologia; uma caracterização dos aspectos climáticos e meteorológicos e, por fim, uma elaboração do índice de pressão nos recursos hídricos, a partir da correlação das variáveis levantadas, utilizando a análise multicritério AHP (Analytic Hierarchy Process). Os resultados obtidos por meio da aplicação das variáveis no método AHP apresentaram o mapa final da ABRV, com classes que variaram em muito alta (5,93%), alta (6,73%), moderada (18,4%), baixa (41,16%) e muito baixa (28,28%) no Índice de Pressão nos Recursos Hídricos. Foi observado que os fenômenos desencadeados na bacia, em relação à condição de crise hídrica, estão relacionados à superexploração dos recursos hídricos, à alteração dos canais de drenagem, à ocupação das Áreas de preservação permante (APPs) e à substituição da vegetação natural por pastagens. Essas condições associadas ao potencial de recarga e vazão, atribuído aos elementos do meio fisico, explicam o cenário de escassez de água que se agrava no período de estiagem. Assim, é de elevada importância para o planejamento ambiental regional e para uma boa gestão a preservação e conservação dos recursos naturais da bacia como um todo, e também uma gestão compartilhada da água.
Abstract: Researches in Watersheds have become increasingly constant, as spatial cutouts of geographic analysis, for the assessment of the level of environmental degradation and identification of the potential and vulnerabilities of the behavior of a natural system, anthropized or not. Such studies make possible more and more conditions for having good diagnoses focused on the planning and management of these areas. In this context, geoprocessing tools have been important for the procedures of modeling environmental systems, helping to define indicators and diagnose the consequences of the inappropriate use of water resources. In this way, this work aimed to develop a spatial pressure index on water resources for the Alta Bacia do Rio Vermelho, GoiásGO, (ABRV) – a Watershed –, in the perspective of the integrated landscape analysis and based on the characteristics of the physical environment and use and land cover. The Watershed makes up the drainage system of the Araguaia River Watershed; it is located in the western portion of the state of Goiás, occupying an area of 2.107 km²; and its territory consists of the municipalities of Goiás and Itapirapuã. In order to achieve the proposed objectives, spatial and temporal assessments of the potential for land use and cover and the density of vegetation cover (SAVI) were made; a mapping of the description of the slopes, geomorphology and hydrogeology; a characterization of climatic and meteorological aspects and, finally, an elaboration of the pressure index in water resources, based on the correlation of the variables raised, using the AHP (Analytic Hierarchy Process) multicriteria analysis. The results obtained by applying the variables in the AHP method presented the final map of the Watershed (ABRV), with classes that ranged from very high (5,93%), high (6,73%), moderate (18,4%), low (41,16%) and very low (28,28%) in the Pressure Index in Water Resources. It was observed that the phenomena triggered in the Watershed, in relation to the water crisis condition, are related to the overexploitation of water resources, the alteration of drainage channels, the occupation of APPs (Permanent Preservation Áreas) and the replacement of natural vegetation by pastures. These conditions associated with the potential for recharge and flow rate, attributed to the elements of the physical environment, explain the scenario of water scarcity that worsens during the drought period. Thus, it is of high importance for regional environmental planning and for good management to preserve and conserve the natural resources of the basin as a whole, in addition to shared water management.
Palavras-chave: Recursos hídricos
Crise hídrica
Paisagem
Cerrado
Sistemas de informações geográficas
Water resources
Water crisis.
Landscape
Geographic information systems
Área(s) do CNPq: GEOGRAFIA FISICA::HIDROGEOGRAFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Geografia
Programa: Programa de Pós-graduação Stricto sensu em Geografia
Citação: FRANCO, Ana Carolina Santomé. Modelagem ambiental e indicadores de pressão nos recursos hídricos da alta bacia do Rio Vermelho (Goiás). 2021. 79 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Câmpus Cora Coralina, Universidade Estadual de Goiás, Goiás, GO, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/810
Data de defesa: 11-Mar-2021
Appears in Collections:Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO_ANA_CAROLINA_SANTOME_FRANCO.pdfDissertação5,51 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.