???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/475
Tipo do documento: Dissertação
Título: Tolerância de plantas de pinhão manso ao déficit hídrico em resposta a doses de brassinosteroides
Autor: Oliveira, Diego Braga de
Primeiro orientador: Matos, Fábio Santos
Primeiro membro da banca: Matos, Fábio Santos
Segundo membro da banca: Cunha, Paulo César Ribeiro da
Terceiro membro da banca: Teixeira, Itamar Rosa
Resumo: Este estudo teve como objetivo identificar o efeito da aplicação de brassinosteroides nas características morfofisiológicas e bioquímicas de plantas de pinhão manso em resposta ao déficit hídrico. O trabalho foi conduzido em casa de vegetação na Universidade Estadual de Goiás, Câmpus Ipameri, seguindo delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial 5x2 (plantas submetidas a cinco concentrações de brassinosteroides: 0 mg L-1 ; 2 mg L-1 ; 4 mg L -1 ; 8 mg L-1 e 16 mg L-1 com dois níveis de suprimento hídrico diários: 50 e 100% da evapotranspiração), com duas aplicações foliares do hormônio e seis repetições. As sementes de pinhão manso foram semeadas em vasos de oito litros contendo uma mistura de solo, areia e esterco bovino na proporção 3:1:0,5, respectivamente, realizando o desbaste aos 10 dias após após a emergência (DAE), deixando-se uma planta por vaso como unidade experimental. Após a análise da composição da mistura, realizou-se a adubação aos sete dias após a emergência de acordo com recomendações agronômicas para a cultura. As mudas foram irrigadas diariamente com volume de água correspondente a evapotranspiração diária, duas aplicações foliares do hormônio com as dosagens dos tratamentos de 10 mL e 20 mL de solução aos 30 e 60 DAE, utilizando como controle água destilada. O tratamento com déficit hídrico foi imposto aos 70 DAE, submetendo metade das plantas ao estresse hídrico e a outra metade irrigada diariamente. Aos 100 DAE realizou-se as análises morfofisiológicas e bioquímicas. Os dados foram avaliados pelo teste de Newman-Keuls ao nível de 5% de probabilidade e análises de regressão. Os brassinosteroides minimizaram os danos do déficit hídrico e ativaram mecanismos de tolerância de plantas de pinhão manso à seca. Os brassinosteroides potencializaram o crescimento vegetativo, produção de biomassa, atividades fotossintéticas e bioquímicas de plantas de pinhão manso sem restrição hídrica. Para incremento do crescimento vegetativo, ativação dos mecanismos antioxidantes recomenda-se a dose de 8 mg L-1 em plantas irrigadas com suprimento hídrico adequado e 9 mg L-1 em plantas sob déficit hídrico.
Abstract: This study aimed to identify the effect of brassinosteroids on the morphophysiological and biochemical caracteristics of Jatropha curcas L in response to water deficit. The study was conducted in a greenhouse at the State University of Goias, Ipameri Campus, using a completely randomized design ins a 5x2 factorial arrangement (plants submitted to five concentrations of brassinosteroids: 0 mg L-1 ; 2 mg L-1 ; 4 mg L-1 , 8 mg L -1 and 16 mg L-1 with two daily water supply levels: 50% and 100 evapotranspiration), with two leafs applications of the hormone and six replicates. Jatropha curcas seeds were sown in eight liters pots containing a mixture of soil, sand and bovine manure in the ratio of 3: 1: 0.5, respectively, permforming thinning at 10 days after the emergence (DAE), leaving one plant per pot as experimental unit. After analysis of the composition of the mixture, fertilization was carried ou at seven days after germination according to agronomic recommendations for the crop. The seedlings were irrigated daily with water volume corresponding to daily evapotranspiration, two leafs applications of the hormone with treatments dosages of 10 mL and 20 mL of solution at 30 and 60 DAE, using how to control distilled water. The treatment with water deficit was imposed at 70 DAE, subjecting half of the plants to water stress and the other half irrigated daily. At 100 DAE the morphophysiological and biochemical analyzes were performed. Data were evaluated by the Newman-Keuls test at the 5% probability level and regression analysis. The brassinosteroids minimized the damages of the water deficit and activated mechanisms of tolerance of plants of Jatropha curcas to the drought. Brassinosteroids potentiated the vegetative growth, biomass production, photosynthesis and biochemical activities of Jatropha curcas plants whitout water restriction. To increase vegetative growth, activation of the antioxidant mechanisms is recommended dose of 8 mg L-1 in plants irrigated with adequate water supply and 9 mg L-1 in plants under water deficit.
Palavras-chave: Jatropha curcas L.
Biocombustível
Hormônio
Seca
Jatropha curcas L.
Biofuel
Hormone
Drought
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Produção Vegetal
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Produção Vegetal (PPGPV)
Citação: OLIVEIRA, Diego Braga de. Tolerância de plantas de pinhão manso ao déficit hídrico em resposta a doses de brassinosteroides. 2018. 36 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Unidade Ipameri, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/475
Data de defesa: 23-Feb-2018
Appears in Collections:Mestrado em Produção Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diego_Braga_de_Oliveira.pdf831,75 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.