???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/444
Tipo do documento: Dissertação
Título: Toxicidade de extratos de Andira paniculata (Fabaceae) em Helicoverpa armigera (Lepidoptera: Noctuidae)
Autor: Sousa Netto, Maurilio de
Primeiro orientador: Araújo, Márcio da Silva
Primeiro coorientador: Jesus, Flávio Gonçalves de
Primeiro membro da banca: Araújo, Márcio da Silva
Segundo membro da banca: Carvalho, Daniel Diego Costa
Terceiro membro da banca: Menezes, Antônio Carlos Severo
Resumo: A lagarta Helicoverpa armigera tem sido uma das pragas mais danosa na cultura da soja no Brasil. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de extratos orgânicos de Andira paniculata na biologia, alimentação e atratividade de H. Armigera em plantas de soja. Foram realizados experimentos no laboratório de Entomologia Agrícola do Instituto Federal Goiano - Câmpus Urutaí (temperatura de 25 ± 2ºC, umidade relativa (UR) 70 ± 10% e fotoperíodo de 12 horas). Avaliaram-se as frações Hexânica, Diclorometânica, Acetato de Etila e Hidroalcoólica dos extratos de A. paniculata nas concentrações de 0,01, 0,1, 0,5 e 1%. Para os aspectos biológicos as variáveis avaliadas foram: período e viabilidade do estágio larval, peso de lagartas aos dez dias de idade, período, viabilidade e peso pupal com 24 horas de idade, ciclo total, CL50 e deterrência. Na atratividade e não preferencia para alimentação, o número de lagartas e a massa seca consumida em cada fração dos extratos. O extrato de A. paniculata na fração hexânica (0,01%) causou a mortalidade de até 85% das lagartas de H. armigera. Os extratos de A. paniculata não afetaram o período larval, peso, período e mortalidade pupal e o consumo de lagartas de H. armigera. Os extratos na fração Hidroalcoólica obtiveram melhores resultados para deterrência. O extrato de A. paniculata na fração diclorometânica apresentou a menor CL50. Os extratos de A. paniculata nas frações hexânica (0,1%), acetato de etila (0,01 e 0,5%) e hidroalcóolica (0,01 e 0,5%) foram fagodeterrente a H. armigera. Assim, o extrato de A. paniculata na fração hexânica é o mais promissor para o uso no controle de H. armigera na cultura da soja.
Abstract: The Helicoverpa armigera caterpillar has been one of the most importante pest in soybean crop in Brazil. The objective of this study was to evaluate the effect of organic extracts of Andira paniculata in the biology, feeding and attractiveness of H. armigera in soybean plants. The experiments were performed at the Entomology Laboratory of the Goiano Federal Institute (IF Goiano), Campus Urutaí, Goias State, Brazil. The fractions of hexane, dichloromethane, ethyl acetate and hydroalcoholic in the concentrations of 0.01, 0.1, 0.5 and 1% were evaluated. For the biological parameters were evaluated the period and viability of larval stage, weight of caterpillars at ten days, period, viability and pupal weight with 24 hours, total cycle, LC50 and deterrence. The atractiveness and no preference for feeding, the number of caterpillars and the dry matter consumed in each fraction of the extracts were evaluated. The extract of A. paniculata in hexane (0.01%) caused the death of up to 85% of H. armigera. The extract of A. paniculata did not affect the larval period, weight, period and pupal mortality and the consumption of H. armigera. The hydroalcoholic extracts obtained the better results for deterrence. The A. paniculata extract in dichloromethane fraction had the lowest LC50. The extracts of A. paniculata in the hexane fractions (0.1%), ethyl acetate (0.01 and 0.5%) and hydroalcoholic (0.01 and 0.5%) were fagodeterrente to H. armigera. Thus, A. paniculata extract in hexane fraction is the most promising for use in the control of H. armigera in soybean. Keywords: Insecta, Botanical Insecticid
Palavras-chave: Insecta
Inseticida botânico
Deterrência
Controle de pragas
Glycine max
Insecta
Botanical Insecticide
Deterrence
Control of pest
Glycine max.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Produção Vegetal
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Produção Vegetal (PPGPV)
Citação: SOUSA NETTO, Maurilio de. Toxicidade de extratos de Andira paniculata (Fabaceae) em Helicoverpa armigera (Lepidoptera: Noctuidae). 2016. 41 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Unidade Ipameri, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/444
Data de defesa: 29-Feb-2016
Appears in Collections:Mestrado em Produção Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertao_Maurilio_de_Sousa_Netto.pdf930,9 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.