???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/276
Tipo do documento: Dissertação
Título: Desenvolvimento e validação de metodologia analítica para a determinação de mebendazol em formas farmacêuticas por cromatografia líquida de alta eficiência e estudo de estabilidade
Autor: Ferreira, Jhenthuelle Fernandes Garcia 
Primeiro orientador: Aquino, Gilberto Benedito Lúcio de
Primeiro coorientador: Giuliana, Vila Verde
Primeiro membro da banca: Costa, Maísa Borges
Segundo membro da banca: Resende, Érika Crispim
Resumo: O desenvolvimento e validação de metodologia analítica indicativa de estabilidade é um item imprescindível para o registro e comercialização de produtos farmacêuticos. O mebendazol, anti-helmíntico pertencente aos grupos dos benzimidazóis, atua impedindo a absorção de glicose pelos vermes, diminuindo assim seu tempo de sobrevivência e reprodução. Nos medicamentos, os fatores climáticos são de grande relevância na estabilidade, pois esta depende de fatores ambientais e de fatores relacionados ao próprio produto. Os métodos analíticos empregados nas análises de estabilidade devem estar validados e ser indicativos de estabilidade. Estes métodos devem ser sensíveis para avaliar a presença ou a formação qualitativa e quantitativa de produtos e/ou subprodutos de degradação. Foi desenvolvido e validado uma metodologia para análises de estudo de estabilidade em formas farmacêuticas para o mebendazol comprimidos 100 mg e 500 mg e suspensão oral 20 mg / mL, utilizando fase móvel solução aquosa volátil pH 2,1 e acetonitrila e coluna cromatográfica C18. As situações estressantes empregadas para o estresse e verificação dos degradantes foram oxidação, hidrólise ácida e básica, luz e umidade. A metodologia analítica desenvolvida foi submetida às análises de validação e os resultados obtidos demonstraram que a técnica analítica proposta é seletiva, linear na faixa estudada (0,2 - 130%), sensível, exata e robusta para quantificação de mebendazol nas formas farmacêuticas estudadas, frente a pequenas alterações no fluxo da fase móvel, temperatura da coluna cromatográfica, lotes e tipos de coluna, pH e composição da fase móvel e marca da membrana filtrante. Desta forma, foi possível o desenvolvimento e a validação de uma única metodologia para o estudo de estabilidade em mebendazol comprimidos e suspensão oral, 100 e 500 mg por comprimido e 20 mg / mL, respectivamente. Foram obtidos resultados de aproximadamente 7000 pratos teóricos, desvio padrão relativo de 0,1% na adequabilidade, linearidade com coeficiente de correlação linear aproximadamente 1, fator de simetria de aproximadamente 1,1. A degradação com formação maior número de degradantes ocorreu em meio oxidativo, porém com maior intensidade de degradação em meio básico. Nas análises de robustez, não foram observadas variações excedentes a 2% em relação a condição inicial do método, frente variações de fluxo em ± 0,1 mL/min, na temperatura do compartimento das amostras em ± 5°C, pH da fase aquosa em ± 0,1, proporção de fase móvel 80:20 (77:23 e 83:17). A utilização de uma única metodologia foi extremamente útil para analisar o comportamento do mebendazol frente às diferentes matrizes do medicamento. Isso possibilitou melhor avaliação dos resultados obtidos dos produtos de degradação frente as condições estressantes, o que poderá ser utilizado para fins de melhoria no produto final.
Abstract: The development and validation of analytical methodology indicative of stability is an essential item for the registration and marketing of pharmaceuticals. Mebendazole, an anthelmintic belonging to the group of benzimidazole that acts to inhibit glucose uptake by the worms, thus reducing their time of survival and reproduction. In drugs, climatic factors are very important in the stability because this depends on environmental factors and factors related to the product itself. The analytical methods used in stability analyzes should be validated and be indicative of stability. These methods should be sensitive to the presence or to assess qualitative and quantitative formation of products and / or degradation products. It was developed and validated a methodology for the study of stability analyzes in pharmaceutical forms for mebendazole tablets 100 mg and 500 mg oral suspension and 20 mg / mL using mobile phase volatile aqueous solution pH 2.1 and acetonitrile (80:20) and C18 chromatographic column. Stressful situations used for stress and verification of degrading were oxidation, acid and base hydrolysis, light and moisture. The analytical methodology was developed subjected to validation tests and the results obtained demonstrated that the analytical technique is proposed selective, linear over the range studied (0.2 to 130%), sensitive, accurate, and robust for quantification of mebendazole in pharmaceutical forms studied, against small changes in the flow of mobile phase, temperature of the chromatographic column, batch and column types, pH and composition of the mobile phase and marks the filter membrane. Thus, it was possible to develop and validate a unique methodology for the study of stability in tablets and oral suspension mebendazole, 100 and 500 mg per tablet and 20 mg / mL, respectively. Results were obtained from about 7000 theoretical plates, relative standard deviation of 0.1% in suitability, linearity with correlation coefficient approximately 1, symmetry factor of approximately 1.1. Degradation with greater number of training degrading occurred in an oxid environment, but with greater intensity degradation in basic medium. In the robustness analysis , there were no variations exceeding 2 % in relation to the condition indicial method front flow variations in ± 0.1 mL / min, the temperature of the sample compartment within ± 5 °C, pH of the aqueous phase within ± 0.1, mobile phase ratio of 80:20 ( 77:23 and 83:17). The use of a single method was extremely useful for analyzing the behavior of mebendazole across the different matrices of the drug. This allowed a better evaluation of the results of degradation products front of the stressful conditions which can be used for the purpose of improving the final product.
Palavras-chave: Validação
Mebendazol
Estabilidade
Keywords
Validation
Mebendazole
Stability
Área(s) do CNPq: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
QUIMICA::QUIMICA ORGANICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado Ciências Moleculares
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Ciências Moleculares
Citação: FERREITA, Jhenthuelle Fernandes Garcia. Desenvolvimento e validação de metodologia analítica para a determinação de mebendazol em formas farmacêuticas por cromatografia líquida de alta eficiência e estudo de estabilidade. 2015. 53 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Moleculares) - Câmpus Central - Sede: Anápolis - CET, Universidade Estadual de Goiás, Anápolis.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/276
Data de defesa: 24-Jun-2015
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Moleculares

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jhenthuelle_Fernandes_Garcia_Ferreira_.pdf2,24 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.