???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/721
Tipo do documento: Dissertação
Título: Síntese, análise estrutural e conformacional da “Impureza E” do fármaco captopril
Autor: Vidal, Hérika Danielle Almeida 
Primeiro orientador: Aquino, Gilberto Benedito
Primeiro membro da banca: Aquino, Gilberto Lúcio Benedito de
Segundo membro da banca: Figueredo, Andreza da Silva
Terceiro membro da banca: Oliveira, Gerlon de Almeida Ribeiro
Resumo: O fármaco captopril é um dos mais consolidados no tratamento de pacientes com hipertensão. Por ser um inibidor da enzima conversora de angiotensina (ECA), ele age impedindo a conversão da angiotensina I em angiotensina II. O captopril, como todos os fármacos é submetido a estudos de estabilidade, nas quais são necessários o uso de padrões de referência. O ácido 1-(isobutiril) pirrolidino-2-carboxílico (2a) é uma das impurezas da síntese do fármaco captopril, também conhecida como “Impureza E”. Tal Impureza é um dos produtos monitorados e utilizado como padrão de referência no estudo de estabilidade do fármaco captopril. A importância da síntese de padrões se deve ao alto custo e dificuldade de acesso, o que incentiva o uso de métodos alternativos que facilitem o processo e economizem tempo e dinheiro. Neste trabalho, a “Impureza E” foi sintetizada por um novo método desenvolvido com uso de irradiação de micro-ondas. O produto foi obtido na forma cristalina e analisado por métodos espectroscópicos. A análise por ressonância magnética nuclear (RMN) de 1H e 13C em solução apresentou dois estados conformacionais estáveis, provavelmente amido confôrmeros, enquanto as análises por difração de raios X apresentaram apenas um composto. Para elucidar o comportamento desse composto em solução o estudo de RMN foi realizado em diferentes temperaturas e solventes. Foram utilizadas as temperaturas de -50°C a 80°C e os solventes DMSO-d6, methanol-d4, acetona-d6 e clorofórmio-d1. Nas temperaturas utilizadas, não houve variação significativa na proporção dos confôrmeros analisados. No entanto, os solventes utilizados proporcionaram alta variação de proporção entre as conformações, na qual o clorofórmio, por ser o solvente mais apolar, apresentou-se como o solvente que mais estabilizou o confôrmero de maior população. Assim, pode-se concluir que existe um equilíbrio em solução e há uma alta barreira energética entre os confôrmeros que pode ser superada pelo uso de solventes com uma baixa polaridade, através disso permitindo uma ligação de hidrogênio intramolecular, suscitando na estabilização do confôrmero mais estável.
Abstract: The drug captopril is one of the most consolidated in the treatment of patients with hypertension. Due to its abilityto inhibity the angiotensin converting enzyme (ACE), it acts by preventing the conversion of angiotensin I to angiotensin II. Captopril, like all drugs, is subjected to stability studies in which the use of reference standards is required. The 1- (Isobutyryl) pyrrolidine-2-carboxylic acid (2a) is one of the impurities in the synthesis of the drug captopril, also known as "Impurity E". Such Impurity is one of the products monitored and used as reference standard in the stability study of the drug captopril. The importance of pattern synthesis is due to the expensive and difficult of access, which encourages the use of alternative methods that facilitate the process and save time and money. In this work, the "Impurity E" was synthesized by a new method developed with the use of microwave irradiation. The product was obtained in crystalline form and analyzed by spectroscopic methods. The nuclear magnetic resonance (NMR) analysis of 1H and 13C in solution showed two stable conformational states, probably confounding starch, while X-ray diffraction analysis showed only one form. To elucidate the behavior of this compound in solution the NMR study was performed at different temperatures and solvents. Temperatures of -50°C to 80°C and the solvents DMSO-d6, methanol-d4, acetone-d6 and chloroform-d1 were used. At the temperatures used, there was no significant variation in the proportion of the confomers analyzed. However, the solvents used provided a high variation in the ratio between the conformations, in which chloroform, as the most apolar solvent, was the solvent that most stabilized the confomer of the largest population. Thus, it can be concluded that there is an equilibrium in solution and there is a high energy barrier between the confomers that can be overcome by the use of solvents with a low polarity, thus allowing intramolecular hydrogen bonding, resulting in stabilization of the most stable confomer.
Palavras-chave: Impureza E
RMN
Confôrmero
Fármaco captopril
Impurity E
NMR
Conformers
Drug captopril
Área(s) do CNPq: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado Ciências Moleculares
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Ciências Moleculares
Citação: VIDAL, H. D. A. Síntese, análise estrutural e conformacional da “Impureza E” do fármaco captopril. 2018. 92 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Moleculares) - Câmpus Central - Sede: Anápolis – CET, Universidade Estadual de Goiás, Anápolis-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/721
Data de defesa: 6-Dec-2018
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Moleculares

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Final _Herika - CD.pdfDissertação_Mestrado_em_Ciências_Moleculares3,5 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.