???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/700
Tipo do documento: Dissertação
Título: Quando a cidade encontra o rio, o rio se perde: Goiânia e o rio Meia Ponte (1933-2020)
Título(s) alternativo(s): When the city meets the river, the river is lost: Goiânia and the river meia ponte (1933-2020)
Autor: Ribeiro, Fernando da Silva 
Primeiro orientador: Oliveira, Maria de Fátima
Primeiro coorientador: Vila Verde, Giuliana Muniz
Primeiro membro da banca: Valva, Milena D’Ayala
Segundo membro da banca: Tavares, Giovana Galvão
Resumo: O Rio Meia Ponte é um dos principais rios do Estado de Goiás e cerca de 50% da população goiana vive em sua bacia hidrográfica. Este rio ocupou papel fundamental na construção da nova capital de Goiás, conhecida como a “capital do sertão”, e representando um símbolo da chegada da modernidade no Centro Oeste. Assim, o objetivo desta dissertação é analisar a relação da cidade de Goiânia com o rio Meia Ponte desde a sua construção na década de 1930 até os dias atuais. A análise perpassa a relevância do rio no projeto inicial, as consequências advindas com o crescimento da cidade, bem como a falta de políticas públicas de proteção para esse importante manancial. Neste sentido, a hipótese levantada é a de que este rio, ao longo das décadas transformou-se em vítima de degradação, descaso e abandono tanto por parte da população goianiense, quanto por parte dos gestores e das políticas públicas que deveriam protegê-lo. A análise tem como referencial teórico a perspectiva da História Ambiental, privilegiando a interdisciplinaridade e concebendo como indissociáveis as relações e interações humanas com o meio ambiente. O estudo dialoga com uma extensa bibliografia que trata da nova capital e tem como principais fontes os jornais, os projetos urbanísticos de Goiânia e decretos oficiais. Assim, percebe-se que apesar de estar constantemente na mídia da capital devido às enchentes ou escassez de água, poluição e consequente mau cheiro, o rio que poderia ser sinônimo de bem-estar tornou-se “invisível” aos goianienses. 
Abstract: The Meia Ponte River is one of the main rivers in the State of Goiás and about 50% of the population of Goiás lives in its hydrographic basin. This river played a fundamental role in the construction of the new capital of Goiás, known as the “capital of the interland”, and represented a symbol of the arrival of modernity in the Midwest. Thus, the objective of this dissertation is to analyze the relationship between the city of Goiânia and the Meia Ponte river from its construction in the 1930s to the present day. The analysis goes through the relevance of the river in the initial project, the consequences arising from the growth of the city, as well as the lack of public protection policies for this important source. In this sense, the hypothesis raised is that this river, over the decades has become a victim of degradation, neglect and abandonment both by the population of Goiás, as well as by the managers and public policies that should protect it. The analysis has as a theoretical reference the perspective of Environmental History, privileging interdisciplinarity and conceiving human relations and interactions with the environment as inseparable. The study dialogues with an extensive bibliography dealing with the new capital and its main sources are newspapers, urban projects in Goiânia and official decrees. Thus, it is clear that despite being constantly in the capital's media due to floods or scarcity of water, pollution and the consequent bad smell, the river that could be synonymous with well-being has become “invisible” to the people of Goiás.
Palavras-chave: Meia Ponte
Goiânia
História Ambiental
Degradação
Meia Ponte
Goiânia
Environmental History
Degradation
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado Territórios Expressões Culturais do Cerrado
Programa: Programa de Pós-Graduação em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado (PPG-TECCER)
Citação: FERNANDO RIBEIRO. Quando a cidade encontra o rio, o rio se perde: Goiânia e o rio Meia Ponte (1933-2020). 2021. 146 f. Dissertação( Mestrado em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado) - Unidade Universitária Anápolis de Ciências Socioeconômicas e Humanas, Universidade Estadual de Goiás, Anápolis,GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/700
Data de defesa: 30-Mar-2021
Appears in Collections:Mestrado Territórios Expressões Culturais do Cerrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_FERNANDO_DA_SILVA_RIBEIRO.pdfDissertação4,21 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.