???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/674
Tipo do documento: Dissertação
Título: Síntese e caracterização da o-carboximetilquitosana : avaliação da citotoxicidade e da formação de biofilme de Candida sp
Autor: Ribeiro, Charles Lima 
Primeiro orientador: Naves, Plínio Lázaro Faleiro
Primeiro coorientador: Signini, Roberta
Primeiro membro da banca: Naves, Plínio Lázaro Faleiro
Segundo membro da banca: Vila Verde, Giuliana Muniz
Terceiro membro da banca: Ribeiro, Evandro Leão
Resumo: A O-Carboximetilquitosana é um derivado da quitosana, solúvel em um largo espectro de pH, e que possui um crescente interesse devido a sua utilização como veículo para fármacos insolúveis e a modulação celular em decorrência de sua biocompatibilidade, dentre outras propriedades. Estas propriedades possibilitam perspectivas futuras na utilização deste composto, principalmente nas áreas médicas, biomédicas e farmacêuticas. Por outro lado, o aumento da incidência de infecções por Candida albicans e por outras espécies de Candida, em parte devido a características inerentes as próprias leveduras tais como a resistência aos antifúngicos e a formação de biofilme, reforçam a necessidade de investigação de compostos que promovam a diminuição ou mesmo a inibição da capacidade de formação de biofilme. Identificou-se que durante a síntese de O-Carboximetilquitosana ocorreu um aumento da massa do composto e que durante a purificação ocorreu uma diminuição significativa da massa total purificada. O grau de substituição foi de 1,73 ± 0,07; o grau de solubilidade de 86,54 ± 3,99, como também uma solubilidade em ampla faixa de pH – sendo insolúvel apenas em uma faixa de 2,40 – 3,90. A O-Carboximetilquitosana não apresentou citotoxicidade nas concentrações avaliadas no presente estudo – [ ]Máx.= 50 mg/mL-1 . Identificou-se que no meio de cultura RPMI 1640 ocorreu a maior capacidade de formação de biofilme tanto de Candida albicans quanto de outras espécies de Candida, que todas as amostras testadas formaram biofilme em níveis variáveis e que as maiores formadoras foram as leveduras Candida albicans 34, Candida albicans 05 e Candida parapsilosis 38. A O-Carboximetilquitosana não inibiu a formação de biofilme das leveduras estudadas e aumentou a formação de biofilme em Candida albicans 12031 e Candida albicans 05 nas placas tratadas por um tempo de 24h.
Abstract: O-Carboxymethyl chitosan is a derivative of chitosan, soluble in a wide range of pH and which has an increasing interest due to its use as a vehicle for insoluble drugs and modulating cell due to their biocompatibility, among other properties. These properties enable future perspectives on the use of this compound, especially in the medical, biomedical and pharmaceutical industries. On the other hand, increased the incidence of infections by Candida albicans and other Candida species, due in part to inherent characteristics of the yeasts themselves such as resistance to fungal and biofilm formation, underscore the need for investigation of compounds that promote decrease or inhibition of biofilm formation capacity. It was found that during the synthesis of O-Carboxymethyl chitosan there was an increase in mass of the compound, and that during the purification there was a significant decrease in the total weight purified. The degree of substitution was 1.73 ± 0.07, the solubility of 86.54 ± 3.99, but also a solubility in a wide pH range – only being insoluble in a range from 2.40 to 3.90. The O-Carboxymethyl chitosan showed no cytotoxicity at concentrations evaluated in this study – [ ]Máx = 50 mg / mL-1 . It was found that the RPMI 1640 culture is the greatest ability to form biofilm of Candida albicans and in other Candida species, which all samples tested biofilms formed in varying degrees and that higher forming the yeast Candida albicans 34, Candida albicans 05 and Candida parapsilosis 38. O-Carboxymethyl chitosan not inhibit biofilm formation of yeasts studied and increased biofilm formation in Candida albicans12031 and Candida albicans 05 plates treated for 24 hours.
Palavras-chave: O-Carboximetilquitosana
Candida albicans
Leveduras
Biofilme
O-Carboxymethyl chitosan
Candida albicans
Yeast
Biofilm
Área(s) do CNPq: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado Ciências Moleculares
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Ciências Moleculares
Citação: RIBEIRO, C. L. Síntese e caracterização da o-carboximetilquitosana : avaliação da citotoxicidade e da formação de biofilme de Candida sp. 2013. 80 f. Dissertação (Mestrado Ciências Moleculares) - Câmpus Central - Sede: Anápolis – CET, Universidade Estadual de Goiás, Anápolis-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/674
Data de defesa: 27-Aug-2013
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Moleculares

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Charles_Lima_Ribeiro.pdfDissertação_Mestrado_em_Ciências_Moleculares1,95 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.