???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/571
Tipo do documento: Dissertação
Título: Superação de dormência de sementes e alporquia em umbuzeiro
Autor: Souza, Anderson Dias Vaz de
Primeiro orientador: Peixoto, Nei
Primeiro membro da banca: Peixoto, Nei
Resumo: O Brasil apresenta uma das maiores biodiversidades de espécies frutíferas, a qual grande parte é desconhecida dentre essas espécies encontra-se o umbuzeiro uma frutífera originada do semiárido brasileiro, cuja área é representada grande parte na região Nordeste e norte de Minas Gerais. A propagação do umbuzeiro pode ser feita tanto via seminífera ou via assexuada, sendo esta através de alporques, cultura de tecidos, enxertia e estacas, todas elas apresentando certas limitações. Estudos de métodos de propagação e a introdução dessas espécies em todo território pode ampliar a produção e reconhecimento das mesmas. Nesta pesquisa, pretendeu-se avaliar a efetividade do uso de ácido giberélico na quebra da dormência do umbuzeiro, assim como o uso de diferentes reguladores de crescimento, ácido indolbutírico (AIB) e de ácido indolácetico (AIA) e diferentes diâmetros do caule na produção de mudas por alporquia da espécie. Para o alcance do objetivo foram conduzidos experimentos em casa de vegetação localizada no município de Ipameri, com delineamento experimental em blocos casualizados, sendo procedidos dois delineamentos para cada processo do experimento. Para verificação do uso do GA3 utilizou-se esquema fatorial de 2 x 5, cinco concentrações de ácido giberélico e quatro repetições, sendo cada parcela constituída por 32 sementes. E para verificação do uso de reguladores de crescimento o método de propagação vegetativa utilizado foi a alporquia, com delineamento em esquema fatorial 2x2, tendo como fatores dois reguladores de crescimento, o AIA e o AIB e dois diâmetro sendo ≥15 mm e ≤ 16 mm e vinte alporques por unidade experimental. Os resultados demonstraram que a concentração de GA3 combinada com o fator das sementes recém coletadas a concentração mais eficaz para a quebra de dormência das sementes do umbuzeiro é 750 mg L - 1 , assim como a melhor performance no caso da alporquia é do de regulador de crescimento AIB
Abstract: Brazil has one of the largest biodiversity of fruit species, a large part of which is unknown among these species is the umbuzeiro, a fruit originating in the Brazilian semiarid region, whose area is represented largely in the Northeast and North of Minas Gerais. The propagation of the umbuzeiro can be done either via semiiferous or asexual sex, which can be done through layering, tissue culture, grafting and cuttings, all of which have certain limitations. Studies of propagation methods and the introduction of these species throughout the territory can increase their production and recognition. In this research, it was intended to evaluate the effectiveness of the use of gibberellin acid in breaking dormancy of umbuzeiro, as well as the use of different growth regulators, indolbutyric acid (IBA) and indolactic acid (AIA) and different stem diameters in production of seedlings by layering of the species. To achieve the objective, experiments were conducted in a greenhouse located in the municipality of Ipameri, with a randomized block design, with two designs being performed for each process of the experiment. To verify the use of GA3, a 2 x 5 factorial scheme, five concentrations of gibberellin acid and four replications were used, each plot consisting of 32 seeds. And to verify the use of growth regulators, the vegetative propagation method used was layering, with a 2x2 factorial design, with two growth regulators as factors, AIA and AIB and two diameter being ≥15 mm and ≤ 16 mm and twenty layouts per experimental unit. The results showed that the concentration of GA3 combined with the factor of the newly collected seeds the most effective concentration for breaking dormancy of the umbuzeiro seeds is 750 mg L-1, as well as the best performance in the case of layering is that of regulator of AIB growth.
Palavras-chave: Spondias tuberosa
Giberelina
Ácido indolácetico
Ácido indolbutírico
Spondias tuberosa
Gibberellin
Indolctic acid
Idolbutyric acid
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Produção Vegetal
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Produção Vegetal (PPGPV)
Citação: Souza, Anderson Dias Vaz de. Superação de dormência de sementes e alporquia em umbuzeiro. 2020. 42 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Unidade Ipameri, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/571
Data de defesa: 21-Feb-2020
Appears in Collections:Mestrado em Produção Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao__Anderson.pdf652,19 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.