???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/570
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação da produtividade e qualidade de sementes de feijão (Phaseolus vulgaris L.) em resposta ao fertilizante mineral, biofertilizante e pó de rocha
Autor: Duarte, Jéssica Rodrigues de Mello
Primeiro orientador: Berti, Mariana Pina da Silva
Primeiro membro da banca: Berti, Mariana Pina da Silva
Segundo membro da banca: Ramos, Marcus Vinicius V.
Terceiro membro da banca: Pelá, Adilson
Resumo: O feijão é um vegetal pertencente à família das leguminosas, considerado um alimento rico nutricionalmente e de relevante importância como fonte alimentar. Devido a sua notoriedade, há necessidade de estudos e pesquisas para o aumento da produção, incluindo o manejo da adubação e a qualidade das sementes, entre outros cuidados visando aumentar a produtividade e melhorar a rentabilidade da cultura. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência do fertilizante mineral, biofertilizante e pó de rocha e a interação entre as adubações sobre a produtividade e qualidade de sementes do feijoeiro. Os tratamentos utilizados foram T1 (testemunha); T2 (fertilizante mineral com dose de 15 kg de N e 75 kg de P2O5 por hectare); T3 (fertilizante pó de rocha com dose de quatro toneladas por hectare); T4 (biofertilizante com dose de 120 litros por hectare); T5 (fertilizante mineral com dose de 15 kg de N e 75 kg de P2O5 por hectare + biofertilizante com dose de 120 litros por hectare); T6 (fertilizante pó de rocha com dose de quatro toneladas por hectare + biofertilizante com dose de 120 litros por hectare); T7 (fertilizante mineral com dose de 15 kg de N e 75 kg de P2O5 por hectare + fertilizante pó de rocha com dose de quatro toneladas por hectare + biofertilizante com dose de 120 litros por hectare). Foram feitas as análises dos componentes da produção, produtividade e da qualidade da semente. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados ao acaso com cinco repetições. Cada parcela foi constituída por 15 m² e seis linhas de cinco metros, sendo somente as duas linhas centrais consideradas úteis. Foram sete tratamentos e cinco repetições, totalizando trinta e cinco parcelas e 525 m² de área experimental. Os dados foram submetidos à análise de variância (ANOVA) e as médias comparadas pelo teste Scott-Knott a 5% de probabilidade. Não foram observadas diferenças significativas nos componentes de produção e produtividade na cultura do feijão (Phaseolus vulgaris L.) em função da aplicação de diferentes fontes de nutrientes. O comprimento de plântulas apresentou resultados inferiores com a aplicação somente do fertilizante pó de rocha e da associação entre fertilizante mineral e biofertilizante. As sementes dos tratamentos testemunha, com a utilização somente do fertilizante pó de rocha e da associação do pó de rocha e biofertilizante, apresentaram maior dificuldade no restabelecimento da integridade das membranas celulares, sendo então consideradas de menor vigor do que as dos demais tratamentos.
Abstract: The bean is a vegetable belonging to the legume family, considered a nutritionally rich food and of relevant importance as a food source. Due to its notoriety, there is a need for studies and research to increase production, including fertilizer management and seed quality, among other precautions to increase productivity and improve crop profitability. The present work aimed to evaluate the influence of mineral fertilizer, biofertilizer and rock powder and the interaction between fertilizers on the productivity and quality of beans seeds. The treatments used were T1 (control); T2 (mineral fertilizer with a dose of 15 kg of N and 75 kg of P2O5 per hectare); T3 (rock powder fertilizer with a dose of four tons per hectare); T4 (biofertilizer with a dose of 120 liters per hectare); T5 (mineral fertilizer with a dose of 15 kg of N and 75 kg of P2O5 per hectare + biofertilizer with a dose of 120 liters per hectare); T6 (rock powder fertilizer with a dose of four tons per hectare + biofertilizer with a dose of 120 liters per hectare); T7 (mineral fertilizer with a dose of 15 kg of N and 75 kg of P2O5 per hectare + rock powder fertilizer with a dose of four tons per hectare + biofertilizer with a dose of 120 liters per hectare). The analysis of the components of production, productivity and seed quality were made. The experimental design used was randomized blocks with five replications. Each plot consisted of 15 m² and six lines of five meters, with only the two central lines considered useful. There were seven treatments and five repetitions, totaling thirty-five plots and 525 m² of experimental area. The data were submitted to analysis of variance (ANOVA) and the means compared by the Scott-Knott test at 5% probability. No significant differences were observed in the components of production and productivity in the culture of beans (Phaseolus vulgaris L.) due to the application of different sources of nutrients. The seedling length showed lower results with the application only of rock powder fertilizer and the association between mineral fertilizer and biofertilizer. The seeds of the control treatments, using only the rock powder fertilizer and the association of the rock powder and biofertilizer, showed greater difficulty in restoring the integrity of the cell membranes, being then considered of less vigor than those of the other treatments.
Palavras-chave: Fertilizantes
Fisiológica
Sustentabilidade
Produção
Feijoeiro
Fertilizers
Physiological
Sustainability
Production
Common Bean
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Produção Vegetal
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Produção Vegetal (PPGPV)
Citação: DUARTE, Jéssica Rodrigues de Mello. Avaliação da produtividade e qualidade de sementes de feijão (Phaseolus vulgaris L.) em resposta ao fertilizante mineral, biofertilizante e pó de rocha. 2020. 33 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Unidade Ipameri, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/570
Data de defesa: 19-Feb-2020
Appears in Collections:Mestrado em Produção Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Jessica.pdf641,62 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.