???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/565
Tipo do documento: Dissertação
Título: Qualidade Fisiológica de sementes de girassol em função da adubação boratada e tempo de armazenamento
Autor: Marques, Marina Gabriela
Primeiro orientador: Benett, Katiane Santiago Silva
Primeiro membro da banca: Benett, Katiane Santiago Silva
Segundo membro da banca: Arruda, Natália
Terceiro membro da banca: Berti, Mariana Pina da Silva
Resumo: O boro é o micronutriente mais limitante ao cultivo do girassol, causando desde sintomas leves, até a perda total da produção pela queda dos capítulos. Por outro lado, a toxicidade desse micronutriente também limita o crescimento, o rendimento e a qualidade das sementes. A qualidade das sementes utilizadas na implantação de uma lavoura é fator fundamental para se atingir estande adequado de plantas e o armazenamento constitui-se em uma etapa essencial para manter a qualidade das sementes que são produzidas no campo. Objetivou-se neste trabalho avaliar a qualidade fisiológica de sementes de girassol, em função da adubação boratada e tempos de armazenamento. O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Sementes da Universidade Estadual de Goiás, Câmpus-Ipameri/GO. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizados, arranjados em esquema fatorial 6 x 6, com 4 repetições. O primeiro fator refere-se as doses de boro, as quais foram utilizadas seis doses (0, 1, 2, 3, 4 e 5 kg ha-1 ), aplicadas via solo manualmente utilizando como fonte de boro o ácido bórico (17%). O segundo fator refere-se aos tempos de armazenamento: pós-colheita (M0), 2 meses de armazenamento (M2), 4 meses de armazenamento (M4), 6 meses de armazenamento (M6), 8 meses de armazenamento (M8), e 10 meses de armazenamento (M10). As sementes utilizadas foram oriundas de plantas cultivadas na safrinha de 2017 e adubadas conforme os tratamentos com as doses de boro. Após a colheita foram realizadas as seguintes avaliações em cada tempo de armazenamento: teste de germinação, primeira contagem de germinação, envelhecimento acelerado, índice de velocidade de germinação, condutividade elétrica, peso de 1000 sementes e teste de tetrazólio. Com base nos resultados obtidos no presente trabalho pode-se concluir que o tempo de armazenamento influencia positivamente na germinação das sementes de girassol. As sementes armazenadas por um período de até dez meses (M10) não provoca danos quanto ao poder germinativo das sementes. E a adubação boratada na cultura do girassol reflete em incrementos na qualidade fisiológica das sementes.
Abstract: Boron is the micronutrient most limiting to the cultivation of sunflower, causing from slight symptoms, until the total loss of production by the fall of the chapters. On the other hand, the toxicity of this micronutrient also limits the growth, yield and quality of the seeds. The quality of the seeds used in the implantation of a crop is a fundamental factor to reach an adequate plant stand and the storage is an essential step to maintain the quality of the seeds that are produced in the field. The objective of this study was to evaluate the physiological quality of sunflower seeds, as a function of borated fertilization and storage times. The work was developed in the Laboratory of Seeds of the State University of Goiás, Câmpus-Ipameri / GO. The experimental design was completely randomized, arranged in a 6 x 6 factorial scheme, with 4 replicates. The first factor refers to the boron doses, which were used six doses (0, 1, 2, 3, 4 and 5 kg ha-1), applied manually using as boron source boric acid (17%). The second factor refers to storage times: postharvest (M0), 2 months of storage (M2), 4 months of storage (M4), 6 months of storage (M6), 8 months of storage (M8), and 10 months storage (M10). The seeds used were from plants cultivated in the safrinha of 2017 and fertilized according to the treatments with the doses of boron. After the harvest, the following evaluations were carried out at each storage time: germination test, first germination count, accelerated aging, germination speed index, electrical conductivity, weight of 1000 seeds and tetrazolium test. Based on the results obtained in the present work it can be concluded that the storage time positively influences the germination of the sunflower seeds. Seeds stored for up to ten months (M10) do not cause damage to the seed germination. And the fertilized fertilization in the sunflower crop reflects in increments in the physiological quality of the seeds.
Palavras-chave: Viabilidade
Adubação
Pós-colheita
Helianthus annuus L.
Conservação
Viability, Fertilizing
Fertilizing
Post-harvest
Helianthus annuus L.
Conservation
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Produção Vegetal
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Produção Vegetal (PPGPV)
Citação: MARQUES, Marina Gabriela. Qualidade Fisiológica de sementes de girassol em função da adubação boratada e tempo de armazenamento. 2019. 36 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Unidade Ipameri, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/565
Data de defesa: 28-Feb-2019
Appears in Collections:Mestrado em Produção Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marina_Gabriela_Marques.pdf824,29 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.