???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/508
Tipo do documento: Dissertação
Título: Plantas carnívoras em uma vereda na região sul de Goiás : conservação, estrutura de populações e educação ambiental
Título(s) alternativo(s): Carnivorous plants on a path in the southern region of Goiás: conservation, population structure and environmental education
Autor: Aguiar, Diego de Souza 
Primeiro orientador: Resende, Isa Lúcia de Morais
Primeiro coorientador: Arruda, Rafael Soares de
Primeiro membro da banca: Resende, Isa Lúcia de Morais
Segundo membro da banca: Oliveira, Ana Paula de
Terceiro membro da banca: Juliano, Rafael de Freitas
Resumo: Nas veredas integrando a riqueza de espécies encontram-se plantas carnívoras de Droseraceae e Lentibulariaceae. Para estes táxons este estudo investigou: a composição de espécies em uma vereda de Quirinópolis, GO; como as espécies se distribuem no local; se a luminosidade, a altura do estrato vegetal e a ausência de aglomerados de espécies arbóreoarbustivas estão associadas à distribuição espacial das carnívoras; se a riqueza de espécies e a abundância são maiores na estação chuvosa; e se existe uma variação na ocorrência do estágio reprodutivo entre as populações ao longo do ano. A coleta de dados ocorreu entre agosto de 2016 e setembro de 2017. Utilizou-se o método do caminhamento no levantamento florístico e transectos permanentes (dispostos perpendicularmente ao canal de drenagem, distando 10 m um do outro, tendo sido distribuídas 40 parcelas de 25m2 cada) para estudar o padrão de distribuição espacial e a fenologia reprodutiva. Foram amostradas 14 espécies distribuídas em três gêneros: Drosera communis A.St.-Hil. D. grantsaui Rivadavia; Genlisea filiformis A.St.- Hil. G. pygmaea A.St.-Hil. Utricularia amethystina Salzm. ex A.St.-Hil. & Girard; U. cucullata A.St.-Hil. & Girard; U. gibba L. U. hispida Lam. U. nana A.St.-Hil. & Girard; U. nervosa G. Weber ex Benj. U. pusilla Vahl; U. subulata L. U. trichophylla Spruce ex Oliv. e U. triloba Benj. Segundo o Índice de Dispersão de Morisita todas as espécies tiveram distribuição espacial agregada. Estatisticamente a altura do estrato vegetal não influenciou na riqueza de espécies (p=0.111; r²=0.093) e nem na abundância de indivíduos (p=0.989; r²<0.0001). Foi observado um aumento no número de indivíduos em floração de novembro até julho, com o menor número observado em outubro. Isso pode estar relacionado ao período de seca, pois as menores taxas de precipitação pluviométrica ocorreram de maio a setembro. Para verificar se estes resultados podem ser caracterizados como padrões intrínsecos às populações de plantas carnívoras mais estudos deverão ser feitos.
Abstract: In the veredas integrating the richness of species are carnivorous plants of Droseraceae and Lentibulariaceae. For these taxa this study investigated: the composition of species in a vereda of Quirinópolis, GO; how species are distributed on site; if the luminosity, the height of the vegetal stratum and the absence of agglomerates of arboreal-shrub species are associated with the spatial distribution of carnivorous; if species richness and abundance are greater in the rainy season; and whether there is a variation in the occurrence of the reproductive stage among populations throughout the year. Data were collected between August 2016 and September 2017. The method of walking in the floristic survey and permanent transects (arranged perpendicular to the drainage channel, 10 m apart, were distributed in 40 plots of 25 m2 each ) to study the pattern of spatial distribution and reproductive phenology. We sampled 14 species distributed in three genera: Drosera communis A.St.-Hil. D. grantsaui Rivadavia; Genlisea filiformis A.St.-Hil. G. pygmaea A.St.- Hil. Utricularia amethystina Salzm. ex A.St.-Hil. & Girard; U. cucullata A.St.-Hil. & Girard; U. gibba L. U. hispida Lam. U. nana A.St.-Hil. & Girard; U. nervosa G. Weber ex Benj. U. pusilla Vahl; U. subulata L. U. trichophylla Spruce ex Oliv. e U. triloba Benj. According to the Morisita Dispersion Index, all species had aggregate spatial distribution. Statistically, plant height did not influence species richness (p = 0.111; r² = 0.093) or abundance (p = 0.989; r² <0.0001). There was an increase in the number of individuals in flowering from November to July, with the lowest number observed in October. This may be related to the drought period, since the lowest rainfall rates occurred from May to September. To verify if these results can be characteriz
Palavras-chave: Droseraceae
Lentibulariaceae
Educação Ambiental
Flora do Cerrado
Droseraceae
Lentibulariaceae
Environmental education
Flora of the Cerrado
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS
CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Ambiente e Sociedade
Programa: Programa de Pós Graduação Stricto Sensu em Ambiente e Sociedade
Citação: AGUIAR, D. S. Plantas carnívoras em uma vereda na região sul de Goiás : conservação, estrutura de populações e educação ambiental. 2018. 53 f. Dissertação(Mestrado em Ambiente e Sociedade) - Câmpus Sudeste - Sede: Morrinhos, Universidade Estadual de Goiás, Morrinho-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/508
Data de defesa: 23-Apr-2018
Appears in Collections:Mestrado em Ambiente e Sociedade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Diego_Aguiar_PPGAS2018.pdfDissertação_Mestrado em Ambiente e Sociedade992,96 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.