???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/482
Tipo do documento: Dissertação
Título: Biodiversidade do cerrado : percepção e estratégias para o ensino de ciências
Título(s) alternativo(s): Cerrado biodiversity : perception and strategies for teaching science
Autor: Borges, Patricia Spinassé 
Primeiro orientador: Ferreira, Juliana Simião
Primeiro membro da banca: Ferreira, Juliana Simião
Segundo membro da banca: Pignata, Maria Izabel Barnez
Terceiro membro da banca: Santos, Mirley Luciene dos
Resumo: A Educação CTSA (Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente) configura uma tendência que pode ajudar a mudar a visão deformada que se tem da ciência, bem como pode oferecer reais possibilidades de alfabetização científica dos cidadãos. Ações educativas em espaços não-formais podem contribuir para estimular atitudes na conservação do meio ambiente. Quando o cidadão se reconhece como parte integrante do ambiente, ele sente-se responsável pela conservação dos recursos, demonstrando respeito com relação ao uso desse ambiente. As trilhas interpretativas são espaços não-formais utilizados para compartilhar experiências que levem os visitantes (alunos, professores ou turistas) a entender, a sensibilizar e a cooperar na conservação dos recursos naturais. A interação do sujeito com a trilha se mostra essencial no processo de aprendizagem, já que é desencadeado o processo de percepção do indivíduo. Desta forma, o presente trabalho tem por objetivo avaliar a percepção ambiental dos alunos de ensino fundamental sobre a biodiversidade do Cerrado, além de propor e testar uma sequência didática em ambiente não-formal para o ensino de biodiversidade do Cerrado. Trata-se de uma pesquisa de abordagem quali-quantitativa. A pesquisa é dividida em três etapas, sendo a primeira fase uma etapa de avaliação da percepção sobre a biodiversidade do Cerrado, com a utilização de questionário semiestruturado e elaboração de desenhos por 243 alunos do ensino fundamental de escolas Municipais de Anápolis/GO. A segunda etapa consiste na elaboração da sequência didática para ambientes não-formais. A terceira fase é a validação da sequência, na qual os alunos participam de atividades numa trilha interpretativa e de uma palestra sobre o bioma Cerrado. Ao final da terceira etapa, os alunos foram novamente avaliados por meio de questionário semiestruturado e de desenhos. Diante dos resultados obtidos por meio da avaliação dos desenhos dos alunos pode-se observar que na percepção ambiental que os alunos têm sobre a biodiversidade do Cerrado, prevalece a ideia de um ambiente natural. No entanto, os alunos compreendem que as atividades humanas estão interferindo no ambiente de maneira negativa, trazendo consequências irreparáveis ao longo dos anos. Por meio da avaliação dos desenhos dos alunos, foi possível observar que a estratégia da trilha interpretativa é mais eficaz do que a palestra para que os alunos compreendam os elementos da biodiversidade do Cerrado. Dessa forma, as trilhas interpretativas são instrumentos que podem ser eficazes para promover a popularização do conhecimento do bioma Cerrado e sua biodiversidade uma vez que os alunos podem vivenciar experiências reais com os conteúdos anteriormente presentes apenas nos livros didáticos.
Abstract: The CTSA Education (Science, Technology, Society and Environment) sets a trend that can help change the distorted vision one has of science and can offer real scientific literacy opportunities for citizens. educational activities in non-formal spaces can help to stimulate attitudes in environmental conservation. When the citizen is recognized as an integral part of the environment, he feels - is responsible for the conservation of resources, showing respect regarding the use of this environment. Interpretative trails are non-formal spaces used to share experiences that take visitors (students, teachers, students or tourists) to understand, to raise awareness and to cooperate in the conservation of natural resources. The interaction of the subject with the track shown essential in the learning process, as it is triggered the individual's perception of the process. Thus, this study aims to evaluate the environmental perception of elementary school students on the biodiversity of the Cerrado, and propose and test a didactic sequence in non-formal environment for the Cerrado biodiversity education. It is a qualitative and quantitative approach to research. The research is divided into three phases, the first phase of an evaluation stage of awareness about the biodiversity of the Cerrado, with the use of semi-structured questionnaire and preparation of drawings by 243 elementary students of municipal schools of Anápolis / GO. The second step is the development of the didactic sequence for non-formal settings. The third phase is the validation of the sequence in which students participate in activities in an interpretive trail and lecture on the Cerrado. At the end of the third stage, the students were again evaluated by means of semi-structured questionnaire and drawings of the students. Results obtained by students of the drawings of the evaluation can be seen that the environmental perception students have about the biodiversity of the Cerrado, the prevailing idea of a natural environment. However, students understand that human activities are interfering with the environment in a negative way, bringing irreparable consequences over the years. Through the evaluation of the designs of students, you can see that the interpretive trail strategy is more effective than the lecture so that students understand the Cerrado biodiversity elements. Thus, the interpretative trails are tools that can be effective to promote the popularization of knowledge of the Cerrado biome and its biodiversity since students can experience real experiences with previously only present content in textbooks.
Palavras-chave: CTSA
Sequência Didática
Espaços não-formais
CTSA
Didactic sequence
Non-formal spaces
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS
ENSINO-APRENDIZAGEM::METODOS E TECNICAS DE ENSINO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu Mestrado Profissional em Ensino de Ciências (PPEC)
Citação: BORGES, P. S. Biodiversidade do cerrado: percepção e estratégias para o ensino de ciências. 2016. 85 f. Dissertação ( Mestrado em Ensino de Ciências ) - Universidade Estadual de Goiás, Câmpus Central - Sede: Anápolis- CET, Anápolis-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/482
Data de defesa: 29-Jun-2016
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Ensino de Ciências

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertao_Patrcia_Spinass.pdfDissertação_Mestrado_Profissional_em_Ensino_de_Ciências3,46 MBAdobe PDFDownload/Open Preview
PRODUTO__Patrcia_Spinass.pdfProduto Técnico-Tecnológico (PTT)1,69 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.