???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/470
Tipo do documento: Dissertação
Título: Impactos de reservatório de usinas hidrelétricas sobre a comunidade arbórea de florestas estacionais
Autor: Santos, Lilian Cristina da Silva
Primeiro orientador: Vale, Vagner Santiago do
Primeiro membro da banca: Vale, Vagner Santiago do
Segundo membro da banca: Prado Júnior, Jamir Afonso do
Terceiro membro da banca: Rocha, Ednaldo Cândido
Resumo: A construção de barragens tem alterado a composição e a estrutura de florestas localizadas nas margens do lago artificial. O objetivo deste estudo foi avaliar a intensidade das modificações na composição florística e estrutural de duas florestas estacionais, uma decidual e outra semidecidual, antes localizadas distantes de recursos hídricos e que agora se encontram com as águas de um lago artificial criado por barragem em sua margem há 10 anos. Foram realizados inventários florestais através do método de parcelas permanentes em 2006 (T0), 2008 (T02), 2010 (T04) e 2016 (T10) de todas as árvores com circunferência à altura do peito (1,30 m) superior ou igual a 15 cm (CAP ≥ 15) e calculadas taxas de dinâmica (Mortalidade, Recrutamento, Incremento, Decremento, Rotatividade e Mudança Líquida), a diversidade e a riqueza estimada de cada área ao longo dos tempos de medição. Houve aumento na riqueza, diversidade e área basal das duas florestas. Todas as taxas de dinâmica foram maiores na Floresta Decidual comparando-se o tempo inicial (T0) com o último tempo de medição (T10), mostrando maior instabilidade nesta floresta do que na Floresta Semidecidual. A Floresta decidual apresentou mais modificações após o represamento, porém com perda de árvores após 10 anos de impacto. O balanço negativo ocorreu sobretudo devido a alta taxa de mortalidade de espécies de ambiente mais seco que foram muito superiores em relação ao recrutamento de indivíduos de espécies de ambientes mais mésicos/úmidos. As modificações em ambas as florestas foram grandes; semelhantes ou maiores em relação àquelas alterações ocorrentes devidos a impactos considerados de larga escala, como enchentes e incêndios. No entanto, diferente de impactos transitórios, onde a floresta pode voltar ao seu equilíbrio normal, as mudanças causadas pelo represamento nas margens dessas florestas podem ser consideradas não transitórias e alteram os caminhos sucessionais típicos de uma floresta estacional.
Abstract: Dams construction can change the composition and structure of forests located on the shores of the artificial lake. The objective of this study was to evaluate the intensity of changes in the floristic and structural composition of two seasonal forests, one deciduous and one semideciduous. These forests were located distant from water resources and now are near the artificial lake created by a dam at its margin. Forest monitoring were carried out using the permanent plots method in 2006 (T0), 2008 (T02), 2010 (T04) and 2016 (T10) of all trees with a circumference at breast height (1.30 m) greater than or equal to 15 cm (CAP ≥ 15) and calculated dynamics rates (Mortality, Recruitment, Increase, Decrement, Turnover and Net Change), the diversity and the estimated richness of each area along the measurement times. There was increase in the richness, diversity and basal area of the two forests. All the dynamics rates were higher in the Decidual Forest, comparing the initial time (T0) with the last measurement time (T10), showing greater instability in this forest than in the Semideciduous Forest. The deciduous forest presented more modifications after damming, however with loss of trees after 10 years of impact. The negative balance occurred due to the high mortality rate of species typical from dry environments that were much higher in relation to the recruitment of trees from species commonly found in humid forests. Changes in both forests were large; similars or greaters in relation to those changes occurring due to large scale impacts such as floods and fires. However, unlike transitory impacts, where the forest can return to its normal equilibrium state, the changes caused by the reservoir at the forest shorelines can be considered non-transitory and alter the successional paths typical of a seasonal forest.
Palavras-chave: Taxas de dinâmica
Riqueza de espécies
Matas secas
Efeito ripário
Dynamic rates
Species richness,
Dry woods
Riparian effect
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Produção Vegetal
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Produção Vegetal (PPGPV)
Citação: SANTOS, Lilian Cristina da Silva. Impactos de reservatório de usinas hidrelétricas sobre a comunidade arbórea de florestas estacionais. 2018. 44 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Unidade Ipameri, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/470
Data de defesa: 28-Feb-2018
Appears in Collections:Mestrado em Produção Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lilian_Cristina_da_Silva_Santos.pdf963,68 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.