???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/446
Tipo do documento: Dissertação
Título: Doses de silício na produtividade e qualidade fisiológica de sementes de soja
Autor: Coelho, Paulo Henrique Moreira
Primeiro orientador: Benett, Katiane Santiago Silva
Primeiro membro da banca: Benett, Katiane Santiago Silva
Segundo membro da banca: Teixeira, Itamar Rosa
Terceiro membro da banca: Santos, Talles Eduardo Borges do
Resumo: A utilização de Si na agricultura tem se tornado cada vez mais comum, principalmente em gramíneas, pois se evidencia a melhoria de funções fisiológicas e sanitárias das plantas cultivadas e como consequência maiores produtividades, maior qualidade de sementes e menor uso de agrotóxicos. Este trabalho teve como objetivo estudar a influência do Silício (Si), na produção e qualidade fisiológica de sementes de duas cultivares de soja. O trabalho foi desenvolvido no campo experimental da Universidade Estadual de Goiás (UEG), Campus Ipameri. Utilizando o delineamento em blocos inteiramente casualizados no esquema fatorial de 2 x 6 (cultivares x doses) com quatro repetições. Foram utilizadas duas cultivares de soja de ciclo precoce de hábito de crescimento indeterminado: NA 7490 RR e AS 3730 RR2 IPRO (Intacta) com espaçamento entre linhas de 40 cm, população inicial de 375.000 plantas ha-1 . A semeadura foi realizada de forma mecanizada, no sistema plantio direto, com semeadora a vácuo. A aplicação do Silício foi realizada no sulco de plantio, manualmente, após semeadura e antes da emergência das plantas. Os tratamentos aplicados foram: 0; 125; 250; 500, 625 e 750 kg ha-1 de Si. Utilizando como fonte o Silicato de Cálcio e Magnésio em pó. A colheita foi realizada manualmente. Foram avaliados as características ligadas à produtividade (componentes de produção), teores de Si e Clorofila, bem como qualidade fisiológica das sementes colhidas. Os dados foram submetidos à análise de variância (teste F) e as médias comparadas pelo teste Tukey a 5% de probabilidade. As análises estatísticas foram processadas utilizando o programa de Análise Estatística SANEST. As doses de silício não interferem na produtividade de sementes de soja. Independente da aplicação de silício a cultivar NA7490 RR produziu sementes com melhor qualidade fisiológica. A aplicação de doses de silício influenciou a viabilidade das sementes da cultivar NA 7490 RR até a dose de 345,5 kg ha-1 de Si.
Abstract: The use of Si in agriculture has become increasingly common, especially on grass, because it shows the improvement of physiological functions and health of cultivated plants and result in higher productivity, higher quality seeds and less use of pesticides. This work aimed to study the influence of Silicon (Si), production and physiological quality of two soybean cultivars seeds. The study was conducted in the experimental field of the State University of Goiás (UEG) Ipameri Campus. Using completely randomized blocks in factorial scheme 2 x 6 (cultivars x doses) with four replications. two early maturing soybean cultivars of indeterminate growth habit were used: IN 7490 AS 3730 RR and RR2 IPRO (Intact) with spacing of 40 cm, initial population of 375,000 plants ha-1. Sowing was carried out mechanically, the tillage system, with vacuum seeder. The application of silicon was carried out in the planting furrow, manually after sowing and before emergence. The treatments were: 0; 125; 250; 500, 625 and 750 kg ha-1 Si. Using as a source the Silicate of calcium and magnesium powder. The harvest was done manually. We evaluated the characteristics linked to productivity (production of components), Si content and Chlorophyll and physiological quality of the seeds harvested. Data were submitted to analysis of variance (F test) and the means were compared by Tukey test at 5% probability. Statistical analyzes were processed using the Statistical Analysis SANEST program. silicon doses do not interfere in soybean seed yield. Regardless of the application of silicon to grow NA7490 RR produced seeds with better physiological quality. The application of silicon doses influenced the viability of the seeds of the cultivar IN 7490 RR to the dose of 345.5 kg ha-1 Si.
Palavras-chave: Cultivares
Glycine max L.
Nutrição mineral
Silicato de Cálcio e Magnésio
Cultivars
Glycine max L.
Mineral nutrition
Silicate of calcium and magnesium
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Produção Vegetal
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Produção Vegetal (PPGPV)
Citação: COELHO, Paulo Henrique Moreira. Doses de silício na produtividade e qualidade fisiológica de sementes de soja. 2016. 36 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Unidade Ipameri, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/446
Data de defesa: 24-Feb-2016
Appears in Collections:Mestrado em Produção Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertao__Paulo__08042016._III.pdf1,43 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.