???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/429
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação da toxicidade e do potencial angiogênico do látex de pinhão manso
Autor: Ferreira, Fabrício Alves
Primeiro orientador: Almeida, Luciane Madureira de
Primeiro membro da banca: Almeida, Luciane Madureira de
Segundo membro da banca: Reis, Paulo Roberto de Melo
Terceiro membro da banca: Matos, Fábio Santos
Resumo: Grande parte das inovações tecnológicas nas áreas biomédicas e na biotecnologia aplicada à área da saúde decorre do uso de biomateriais. Embora milhares de plantas apresentem potencial valor terapêutico, pouco mais de 15% destas espécies apresentam resultados cientificamente comprovados. Em relação às plantas lactíferas, é estimado que 12 a 35 mil espécies apresente potencial farmacológico praticamente desconhecido. No Brasil o uso de plantas do gênero Jatropha, na medicina popular, se encontra inserido em diferentes procedimentos, mas além do uso na medicina popular existem trabalhos científicos que comprovam o potencial anticancerígeno, antibacteriano e anti-inflamatório de Jatropha curcas, espécie da família das Euphorbiaceae. O presente trabalho objetivou avaliar a capacidade tóxica, citotóxica e genotóxica (bioteste com Allium cepa), além do potencial angiogêncio (ensaio com membranas corioalantóide de ovo embrionado de galinha), do látex de pinhão manso em diferentes concentrações. Nos ensaios de toxicidade, as concentrações foram de 0,1%, 0,5% e de 1%, sendo comparadas ao controle negativo (água destilada) e, nos teste de cito e genotoxicidade, comparadas também ao controle positivo (azida sódica 2g/L). Os resultados obtidos evidenciam a capacidade do látex mesmo em pequenas concentrações de alterar os padrões de normalidade no funcionamento celular, tanto a nível macroscópico (toxicidade) quanto microscópico (citotoxicidade e genotoxicidade). Em relação ao potencial angiogênico o ensaio realizado utilizou concentrações maiores, 25%, 50% e látex puro, obtendo resultado semelhante ao controle inibitório tanto na avaliação de imagem, com redução da rede vascular, quanto no ensaio histológico, na ocorrência de fatores como hiperemia, presença de elementos inflamatórios e neovascularização, o que evidencia o potencial antiangiogênico do látex de pinhão manso.
Abstract: Much of the technological innovations in biomedical areas and biotechnology applied to health related to the use of biomaterials. Although thousands of plants with potential therapeutic value, just over 15% of these species are scientifically proven results. Regarding lactíferas plants, an estimated 12 to 35 thousand species present virtually unknown pharmacological potential. In Brazil the use of Jatropha genus plants in folk medicine, is inserted in different procedures, but in addition to use in folk medicine there are scientific studies that prove the potential anticancer, antibacterial and anti-inflammatory Jatropha curcas of, family kind of Euphorbiaceae. This study aimed to evaluate the toxic capacity, cytotoxic and genotoxic (bioassay with Allium cepa), and the potential angiogenic (test with membranes embryonated chicken egg chorioallantoic) of Jatropha latex in different concentrations. In toxicity tests, concentrations were 0.1%, 0.5% and 1% and compared to negative control (distilled water) and, in the cyto- and genotoxicity tests also compared to the positive control (sodium azide 2g/L). The results show the latex capacity even in small concentrations to alter the normal range in cell function, both the macroscopic level (toxicity) and microscopic (cytotoxicity and genotoxicity). Regarding the potential angiogenic the run test used higher concentrations, 25%, 50% and pure latex, obtaining similar results to inhibitory control both the imaging evaluation, with reduced vasculature, as the histological test, the occurrence of factors such as hyperemia , presence of inflammatory cells and neovascularization, which shows the anti-angiogenic potential of Jatropha latex.
Palavras-chave: Mutagenicidade
biomaterial
potencial farmacológico
bioensaios
mutagenicity
biomaterial
pharmacological potential
bioassays
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Produção Vegetal
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Produção Vegetal (PPGPV)
Citação: FERREIRA, Fabrício Alves. Avaliação da toxicidade e do potencial angiogênico do látex de pinhão manso. 2015. 46 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Unidade Ipameri, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/429
Data de defesa: 25-Feb-2015
Appears in Collections:Mestrado em Produção Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTA_Fabricio.pdf838,67 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.