???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/422
Tipo do documento: Dissertação
Título: Manejo de plantas daninhas em sistema consorciado e monocultivo de feijão e mamona
Autor: Pereira, Faber de Souza
Primeiro orientador: Teixeira, Itamar Rosa
Primeiro membro da banca: Teixeira, Itamar Rosa
Segundo membro da banca: Timossi, Paulo César
Terceiro membro da banca: Silva, Adelmo Resende
Resumo: O consorciamento de culturas é comum no Brasil, notadamente na agricultura familiar. A vantagem efetiva desta técnica de cultivo em relação ao monocultivo se torna mais evidente quando as culturas envolvidas apresentarem diferenças entre exigências quanto aos recursos disponíveis, seja em qualidade, quantidade e época de demanda. Desta forma, o cultivo da mamona, indicada pelo governo federal como primeira escolha para projetos relacionados à produção de biodiesel, e usada, sobretudo sob consórcio com culturas de ciclo curto como o feijão-comum, principal fonte proteica das classes de menor poder aquisitivo, pode configurar boa opção aos agricultores. Contudo, produtividades satisfatórias das culturas envolvidas somente serão conseguidas com conhecimentos dos fatores limitantes como a competição com plantas daninhas e a forma correta de manejo. Essa relevante problemática motivou a proposição desse projeto. O objetivo dessa pesquisa foi averiguar a influência da comunidade de plantas daninhas sobre as características agronômicas de cultivares de feijão comum e mamona em consórcio e monocultivo, nas condições edafoclimáticas do cerrado goiano. Empregou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, em esquema fatorial 3 x 2 x 2 + 10, com quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos por três cultivares de feijão com diferentes tipos de crescimento (Pérola = tipo II/III; Pontal = tipo III; Estilo = tipo I), duas cultivares de mamona de porte diferenciado (Guarani = porte médio e Paraguaçu = porte alto), combinadas com dois tipos de manejo de plantas daninhas: área capinada manualmente (sem infestação de plantas daninhas por todo o ciclo das cultivares) e área não capinada (com infestação de plantas daninhas por todo o ciclo das cultivares) em consórcio, mais os tratamentos em monocultivo das culturas, sendo as três cultivares de feijão mais as duas cultivares de mamona, com capina e sem capina. Nas parcelas capinadas foram realizadas três capinas ao longo do ciclo, espaçadas a cada 15 dias, até o completo fechamento da lavoura. Avaliou-se a infestação de plantas daninhas, a taxa de cobertura, as características agronômicas de feijão e mamona e o Índice de Equivalência de Área – IEA. Conclui-se que as espécies de plantas daninhas predominantes em termos quantitativos na região do cerrado goiano foram: Brachiaria decumbens, Tridax procumbens, Alternanthera tenella e Chamaesyce hirta. A presença de plantas daninhas em lavouras de feijão e mamona consorciadas ou em monocultivo foi prejudicial em qualquer momento do ciclo, independente das espécies, do tamanho e da quantidade de plantas daninhas presentes. A infestação de plantas daninhas durante o ciclo das culturas promoveu decréscimo de rendimento da ordem de 32% e 67% de feijão-comum e mamona sob consórcio respectivamente. As cultivares de feijão Pontal, Pérola e Estilo e as de mamona Guarani e Paraguaçu apresentaram potencial para o cultivo das culturas envolvidas no sistema consorciado. O uso do consórcio feijãocomum com mamona sob manejo da comunidade invasora, demonstrou eficiência em relação ao cultivo isolado destas culturas, independente dos materiais genéticos. O uso do sistema consorciado propiciou a obtenção de rendimentos de feijão e de mamona da ordem de 1.328 kg ha-1 e 1.827 kg ha-1 respectivamente, em áreas mantidas livres da competição com plantas daninhas, independente das cultivares.
Abstract: The intercropping of crops is common in Brazil, especially in family farming. The actual advantage of this technique compared to monoculture farming becomes more evident when the cultures involved differences between present demands on the resources, either in quality, quantity and timing of demand. Thus, the cultivation of castor, indicated by the federal government of Brazil as the first choice for the production of biodiesel related projects, and used mainly in intercropping with short cycle crops such as common bean, the main protein source in population with less purchasing power, can set good option for farmers. However, satisfactory crop yields will be achieved only concerned with knowledge of the limiting factors such as weed competition and the correct way of management. This important issue that motivated the proposition of this project. The objective of this work was to investigate the influence of the weed community on agronomic characteristics of common bean and castor cultivars an intercropping and monoculture, at conditions edaphoclimatic of State Goiás, Brazil, of region the “Cerrado”. We used a randomized complete block design in a factorial 3 x 2 x 2 + 10, with four replications. The treatments consisted of three common bean cultivars with different growth (Pérola = type II/III; Pontal = type III; Estilo = type I), two cultivars of castor differentiated sized (Guarani = medium size and Paraguaçu = high size), combined with two types of weed management: weeded manually (without weed infestation throughout the cycle of cultivars) and not weeded area (with weed infestation throughout the cycle of cultivars) intercropping, more treatments in monoculture crop area, and the three bean cultivars over the two castor cultivars with weeding and no weeding. In the plots weeded three weedings were carried out over the cycle, spaced every 15 days until complete closure of the crop. We evaluated the weed infestation, the coverage rate, the agronomic characteristics and castor and Equivalence Area Index – EAI. It follows that: The predominant species of weeds in quantitative terms in the “Cerrado” region were: Brachiaria decumbens, Tridax procumbens, Alternanthera tenella and Chamaesyce hirta. The presence of weeds in crops of common bean and castor was intercropped or monocultures harmful in any time of the cycle, regardless of the species, the size and the amount of weeds present. The presence of weeds during the crop cycle promoted a decrease of yield of 32% and 67% of common bean and castor under intercropping respectively. The common bean cultivars Pontal, Pérola and Estilo and of castor Guarani and Paraguaçu showed potential for the cultivation of crops involved in intercropping system. The use of common bean intercropping with castor under management of invasive community, demonstrated effectiveness in relation to the cultivation of these crops alone, independent of genetic material. The use of intercropping system resulted in obtaining yields of castor and the order of 1.328 kg ha-1 and 1.827 kg ha-1 respectively for areas kept free of weed competition, regardless of the cultivars.
Palavras-chave: Consórcio
Ricinus communis
Phaseolus vulgaris
Plantas daninhas
Competição
Intercropping
Ricinus communis
Weeds
Competition
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado em Produção Vegetal
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Produção Vegetal (PPGPV)
Citação: PEREIRA, Faber de Souza. Manejo de plantas daninhas em sistema consorciado e monocultivo de feijão e mamona. 2014. 51 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Unidade Ipameri, Universidade Estadual de Goiás, Ipameri-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/422
Data de defesa: 17-Apr-2014
Appears in Collections:Mestrado em Produção Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertao__Faber_de_Souza_Pereira.pdf2,22 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.