???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/396
Tipo do documento: Dissertação
Título: Metaficção Historiográfica no Romance O Tronco, de Bernardo Élis
Título(s) alternativo(s): Historiographic metafiction in the novel O Tronco, by Bernardo Élis
Autor: Oliveira, Antônio 
Primeiro orientador: Curado, Maria Eugênia
Primeiro membro da banca: Curado, Maria Eugênia
Segundo membro da banca: Ferreira, João Roberto Resende
Terceiro membro da banca: Maciel, Roseli Martins Tristão
Quarto membro da banca: PInheiro, Veralúcia
Resumo: Esta dissertação inscreve-se na Linha de Pesquisa “Linguagem e Práticas Sociais” do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Educação, Linguagem e Tecnologias da Universidade Estadual de Goiás (UEG).Dessa forma, o objetivo principal da pesquisa pretendida é analisar, do ponto de vista da metaficção historiográfica (HUTCHEON, 1991), o romance “O Tronco”, do escritor goiano Bernardo Élis, publicado em 1956. A justificativa se deve ao fato de que, embora seja um romance histórico e regional, a narrativa não se prende especificamente a representar os fatos históricos, mas, por meio desses fatos, demonstrar sob o ponto de vista “dos debaixo” (SHARPE, 1992), outra versão da história, de modo que questões de cunho social e político são determinantes na construção da narrativa literária. Alem disso se percebe na obra uma extração histórica para a construção da ficção. O contexto histórico representado na obra é o massacre conhecido como a Chacina do Duro, ocorrido no início do século XX, no Estado de Goiás em que nove pessoas foram amarradas em um tronco e assassinadas pela polícia, embora a obra literária demonstre que muitas outras pessoas também foram assassinadas e não reconhecidas historicamente. Ao lado desses apontamentos se destaca também o período da história conhecido como coronelismo e a imposição de autoridades políticas como Antônio Ramos Caiado, Eugênio Jardim e João Alves de Castro que figuram tanto na história quanto na ficção. Assim, a pesquisa vai ao encontro das propostas da metaficção historiográfica que é buscar no passado reflexões para o tempo presente já que Literatura e História são discursos narrativos subjetivos tanto ao historiador como a escritor literário. Quanto à pesquisa se caracteriza como estudo bibliográfico com uma abordagem crítico-dialética. Como fundamentação teórica para o corpus – “O Tronco” – são utilizados autores tanto da História quanto da Literatura, como Linda Hutcheon (1991), Hayden White (2008), Peter Burke (1992), Vitor Nunes Leal (1997), Afrânio Coutinho (1999), Nelly Alves de Almeida (1970) e tantos outros que dão suporte científico na construção deste estudo. A pesquisa relata, portanto, que há uma fusão histórico-literária no romance e que nos permite entender a obra, o contexto da história e o tempo presente de forma mais reflexiva e ontológica já que por meio da regionalização do enredo verdades universais são evidenciadas na narrativa literária. Há contribuição evidente da pesquisa no que diz respeito ao modo como a História e a Literatura se intertextualizam como proposta de discussões na (re)construção da formação social que cabe ao sistema educacional.
Abstract: This dissertation sign up on the Research Line “Language and Social Pratices” by Universidade Estadual de Goiás’ s Interdisciplinary Postgraduate Program in Education, Language and Technologies. So this way, the mainly objective of this research showed here is to analyses under the optical of historiographic metafiction (HUTCHEON, 1991), the novel “O Tronco” by the goiano writer Bernardo Élis, published in 1956. The justification is due to the fact that, although it is a historical and regional novel, the narrative is not specifically about representing the historical facts, but, through these facts, to demonstrate from the point of view "from below people" (SHARPE, 1992), another version of history, so that social and political issues are determinants in the construction of the literary narrative. Besides we can realize in this novel a historical extraction for the construction of fiction. The historical context represented in Elis’ novel is the massacre known as the Chacina do Duro, which occurred in the beginning of the 20th century, in the State of Goiás, where nine people were tied in a trunk and murdered by the police, although the literary work shows that many other people were also murdered and not recognized Alongside these notes also highlights the period of history known as the Colonels the imposition of political authorities as Antonio Ramos Caiado, Eugenio Jardim and João de Castro listed both in history and in fiction. Thus, the research is in according to the of the historiographic metafiction that is to seek in the past time reflections for the time since Literature and History are subjective narrative discourses both to the historian literary writer. As far as research is concerned, it is characterized as a bibliographic study a critical-dialectical approach. As theoretical bases for the corpus - "O Tronco" - authors of both History and Literature are used, such as Linda Hutcheon (1991), Hayden White (2008), Burke (1992), Vitor Nunes Leal (1997), Afrânio Coutinho (1999), Nelly Alves de Almeida and many others who provide scientific support in the construction of this study. The reports, therefore, that there is a historical-literary fusion in the novel and that allows us understand the work, the context of the history and the present time in a more reflective and form since through the regionalization of the story universal truths are evidenced in literary narrative. There is an evident contribution of the research regarding the way in which History and Literature intertextualize as a proposal of discussions in the (re) construction of the formation that belongs to the educational system.
Palavras-chave: História
Literatura brasileira
Metaficcão Historiográfica
Romances brasileiros - Análise literária
Story
Literature
Historiographic Metafiction
Novel
Área(s) do CNPq: LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
LETRAS::TEORIA LITERARIA
HISTORIA::HISTORIA DO BRASIL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado Territórios Expressões Culturais do Cerrado
Programa: Programa de Pós-Graduação em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado (PPG-TECCER)
Citação: OLIVEIRA, Antônio. Metaficção historiográfica no romance o Tronco, de Bernardo Élis. 2019. 116 f. Dissertação( Mestrado em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado) - Unidade Anápolis de Ciências Socioeconômicas e Humanas, Universidade Estadual de Goiás, Anápolis,GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/396
Data de defesa: 23-May-2019
Appears in Collections:Mestrado Territórios Expressões Culturais do Cerrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Metaficção Historiográfica no Romance O Tronco de Bernardo Élis.pdfDissertação769,57 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.