???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/225
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ação de chalconas sobre a formação de biofilme de candida albicans isoladas de cavidade bucal
Autor: Santana, Diorgenes Pinto 
Primeiro orientador: Naves, Plínio Lázaro Faleiro
Resumo: A incidência de infecções fúngicas vem aumentando significativamente nos últimos anos. A espécie Candida albicans é a levedura responsável pela maioria destas infecções. Este fungo é um oportunista dimórfico que se apresenta sob forma de levedura no estado sapróbio associada à colonização assintomática, ou como forma filamentosa de pseudo-hifas e hifas verdadeiras em processos infecciosos. O conjunto de determinados fatores de virulência, tais como adesinas, produção de proteinases e fosfolipases, além da formação de comunidades microbianas denominadas biofilme, facilitam a penetração nos tecidos e conferem uma maior patogenicidade a estas leveduras. Embora exista quantidade considerável de antifúngicos disponíveis, grande parte deles apresenta modos de ação similares, fato que contribui para o aumento da incidência de resistência entre os fungos patogênicos. Diante disso, há uma crescente necessidade de novas alternativas terapêuticas. Neste contexto, o controle da expressão dos fatores de virulência de C. albicans encontra-se como uma interessante abordagem complementar ao arsenal antifúngico disponível e a investigação de compostos derivados da estrutura básica de chalconas tem mostrado resultados promissores na inibição de micro-organismos. No presente trabalho foram estudados fatores de virulência de 32 amostras C. albicans isoladas de cavidade bucal, tais como a morfotipagem, tubotipagem, enzimotipagem e a formação de biofilme além da tipagem por toxinas killer. Os compostos sintetizados foram avaliados quanto à toxicidade pelo ensaio de letalidade de Artemia salina, atividade antifúngica e impacto de concentrações subinibitórias na formação de biofilme por estes micro-organismos. Os resultados mostraram que os isolados de C. albicans expressaram de forma variável os fatores de virulência, que todas as leveduras foram formadoras de biofilme e que não houve correlação entre esta propriedade e a expressão concomitante dos outros fatores de virulência estudados. As chalconas apresentaram-se com baixa toxicidade contra A. salina, com pouca atividade antifúngica e com uma significativa ação inibitória da formação de biofilme por C. albicans.
Abstract: The incidence of fungal infections has increased significantly in recent years. Candida albicans yeast is responsible for most of these infections. It fungus is an opportunistic dimorphic which presents itself in the form of yeast in the state saprobic associated with asymptomatic colonization, or as a form of pseudo-filamentous hyphae and true hyphae in infectious processes. The set of specific virulence factors, such as adhesins, production of proteases and phospholipases, besides the formation of microbial communities called biofilms, facilitate tissue penetration and confer a higher pathogenicity to these yeasts. Although there is considerable amount of available antifungal agents, many of them have similar modes of action, a fact which contributes to the increasing incidence of resistance among pathogenic fungi. Therefore, there is a growing need for new therapies. In this context, the control of the expression of virulence factors of C. albicans is found as an interesting complementary approach to the antifungal armamentarium available and investigation of compounds derived from the basic structure of chalconas have shown promising results in inhibition of microorganisms. In this work we studied virulence factors of 32 samples C. albicans isolated from the oral cavity, such as morphotyping, tubotipagem, enzimotipagem and biofilm formation by typing addition to killer toxins. The synthesized compounds were evaluated for toxicity testing of brine shrimp lethality, antifungal activity and impact of subinibitory concentrations in biofilm formation by these micro-organisms. The results showed that isolates of variably expressed virulence factors C. albicans, all yeasts were biofilm formers and that there was no correlation between this property and the concomitant expression of other virulence factors. The chalconas presented with low toxicity against A. salina, with little antifungal activity and a significant inhibitory effect of biofilm formation by C. albicans.
Palavras-chave: Candida albicans
Biofilme
Fatores de virulência
Chalconas
Candida albicans
Biofilm
Virulence factors
Chalconas
Área(s) do CNPq: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Mestrado Ciências Moleculares
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Ciências Moleculares
Citação: SANTANA, Diorgenes Pinto. Ação de chalconas sobre a formação de biofilme de candida albicans isoladas de cavidade bucal. 2012.82 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Moleculares) - Câmpus Central - Sede: Anápolis - CET, Universidade Estadual de Goiás, Anápolis.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/225
Data de defesa: 1-Aug-2012
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Moleculares

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diorgenes.pdf1,73 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.