???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/158
Tipo do documento: Tese
Título: “Sem morcego, não tem pequi”: percepção e conhecimento sobre os serviços ecossistêmicos para a conservação do Cerrado
Título(s) alternativo(s): “No bat, no pequi”: perception and knowledge of ecosystem services for Cerrado conservation
Autor: Lima, Flávia Pereira 
Primeiro orientador: Bastos, Rogério Pereira
Primeiro membro da banca: Koch, Ingrid
Segundo membro da banca: Miziara, Fausto
Terceiro membro da banca: Cunha, Hélida Ferreira da
Quarto membro da banca: Santos, Solange Xavier dos
Quinto membro da banca: Bastos, Rogério Pereira
Resumo: Proprietários rurais são atores sociais centrais nas discussões sobre a conservação da biodiversidade e manutenção dos serviços ecossistêmicos (SE) no Brasil, visto que 53,0% da vegetação nativa do país encontra-se em áreas privadas. Com o objetivo de compreender se proprietários rurais percebem as áreas protegidas públicas e privadas do bioma Cerrado como provedoras de SE, as seguintes hipóteses foram testadas nesta tese: i) a percepção dos SE é função de características pessoais (idade, gênero e nível educacional) e de descritores da propriedade (tamanho e tipo); ii) a intenção em recuperar áreas na propriedade é afetada pela atitude com relação a esse comportamento e do controle percebido (construtos da Teoria do Comportamento Planejado) e que a percepção dos SE, por sua vez, afeta diretamente a atitude e, indiretamente, a intenção avaliada; iii) a participação em atividade educacional, focada em demonstrar como os SE beneficiam as atividades rurais, afeta positivamente a percepção de áreas protegidas públicas e privadas. De acordo com os resultados dessa pesquisa, proprietários rurais percebem as áreas nativas como provedoras de SE e aqueles com maior escolaridade identificam mais a polinização e o controle biológico. A intenção em recuperar áreas na propriedade foi afetada pela atitude e, indiretamente, pela percepção dos SE. Proprietários que participaram da atividade educacional perceberam mais a polinização e aumentaram a percepção global dos SE. Os SE possuem uma dimensão pedagógica que potencializa a compreensão de como os processos ecológicos prestados pela biodiversidade impactam as atividades rurais e o bem-estar. É importante que o planejamento de ações conservacionistas integre as percepções dos proprietários rurais e promova ações educacionais para a construção de um conhecimento ecológico local ao qual se integre os SE.
Abstract: Landowners are key stakeholders in discussions of biodiversity conservation and maintenance of ecosystem services (ESs) in Brazil, since 53.0% of native vegetation is preserved on private areas. The aim of this study was to understand whether Brazilian landowners perceive public and private protected areas of the Cerrado biome as sources of ESs. The following hypotheses were tested in this thesis: i. ES perception is a function of personal characteristics (age, gender, formal education) and farm descriptors (size and type); ii) the intention to restore areas on the properties is influenced by attitude toward a behavior and perceived behavior control (Theory of Planned Behavior constructs), and ES perception directly impacts attitude and, indirectly impacts the evaluated intention; iii) participation in educational activities, focusing on demonstrating how ESs benefit rural activities, positively affects the perception of public and private protected areas. According to the results, landowners perceived native areas as sources of ESs, and those with more years of formal education perceived pollination and pest control better. The intention to restore areas on properties was affected by attitude and, indirectly, by ES perception. Landowners who participated in an educational activity perceived more pollination and increased their global perception of ESs. The ES framework has a pedagogical dimension that promotes the comprehension of how ecological processes rendered by native biodiversity impact rural activities and well-being. The design of conservation strategies needs to take landowners’ perception into account and to promote educational events in order to integrate the ESs into local ecological knowledge.
Palavras-chave: Percepção ambiental
Serviços ecossistêmicos
Proprietários rurais
Áreas nativas
Unidade de conservação
Cerrado
Teoria do Comportamento Planejado
environmental perception
Ecosystem services
Farmers
Native areas
Public protected areas
Brazilian savanna
Theory of Planned Behavior
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual de Goiás
Sigla da instituição: UEG
Departamento: UEG ::Coordenação de Doutorado em Recursos Naturais do Cerrado
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Recursos Naturais do Cerrado RENAC
Citação: LIMA, F. P. “Sem morcego, não tem pequi”: percepção e conhecimento sobre os serviços ecossistêmicos para a conservação do Cerrado. 2019. 135f. Tese (Doutorado em Recursos Naturais do Cerrado RENAC) - Câmpus Anápolis de Ciências Exatas e tecnológicas - Henrique Santillo, Universidade Estadual de Goiás, Anápolis, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/158
Data de defesa: 29-Oct-2019
Appears in Collections:Doutorado em Recursos Naturais do Cerrado (RENAC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
10.Tese_Flavia_Pereira_Lima-1.pdf7 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.