???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.bdtd.ueg.br/handle/tede/304
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorDutra, Rodrigo Marciel Soares-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9890642625986390por
dc.contributor.advisor1Souza, Murilo Mendonça Oliveira de-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0747751464696905por
dc.contributor.referee1Chelotti, Marcelo Cervo-
dc.contributor.referee2Maccagnan, Douglas Henrique Bottura-
dc.date.accessioned2020-04-14T12:22:50Z-
dc.date.issued2015-07-10-
dc.identifier.citationDUTRA, Rodrigo Marciel Soares. Entre os impactos socioambientais da modernização da agricultura e as alternativas para transformação: uma análise a partir do cerrado goiano. 2015. 91 f. Dissertação (Mestrado em Recursos Naturais do Cerrado RENAC) - Câmpus Central - Sede: Anápolis - CET, Universidade Estadual de Goiás, Anápolis.por
dc.identifier.urihttp://www.bdtd.ueg.br/tede/handle/tede/304-
dc.description.resumoO Cerrado é o segundo maior bioma da América do Sul e considerado um hotspot da biodiversidade mundial. A ocupação predatória do Bioma se deu de forma mais intensa a partir da década de 1970, com a ação governamental de implantação dos Programas Nacionais de Desenvolvimento (PND) e o advento da Revolução Verde. Assim, todo o pacote tecnológico, que incluía a mecanização, uso de insumos agrícolas, como fertilizantes e agrotóxicos, sementes melhoradas e irrigação teve no Cerrado campo propício à sua propagação. Isso conduziu ao desmatamento da cobertura vegetal, expulsão do homem do campo para as cidades e perda de conhecimentos tradicionais de populações que possuem ligação umbilical com o Bioma, como os indígenas e quilombolas. O Estado de Goiás, que está inserido na área core do Bioma, experimentou essa revolução no campo de forma intensa, sendo, portanto, objeto deste estudo. Dentre os itens do pacote tecnológico, selecionamos os agrotóxicos para uma reflexão maior. Os agrotóxicos, também denominados de pesticidas ou praguicidas, são atualmente responsáveis pelo comércio de bilhões de dólares em todo o mundo. São substâncias que, apesar de serem cada vez mais utilizadas na agricultura, podem oferecer perigo para o homem, dependendo da toxicidade, do grau de contaminação e do tempo de exposição durante sua aplicação. Estão diretamente relacionados ao desenvolvimento de uma série de enfermidades nas populações humanos, entre elas, o câncer. Faz-se necessária a tomada de consciência urgente de que os agrotóxicos são venenos que se põem à mesa e, também, pela busca por alternativas ao agronegócio destruidor, entre elas, o Agroextrativismo, tema pouco explorado pelas pesquisas científicas atuais. Este trabalho está dividido em três artigos. O primeiro tem como objetivo geral compreender o processo de ocupação produtiva nas áreas de Cerrado pós 1960 e os impactos socioambientais imprimidos, a partir deste modelo de desenvolvimento, ao Estado de Goiás. O segundo texto busca promover um processo de reflexão sobre a indústria agroquímica e seus impactos para a saúde coletiva brasileira. As discussões e reflexões realizadas nos direcionam ao entendimento de que a indústria agroquímica, apoiada pelo Estado, tem assumido uma postura inconsequente com relação à utilização de agrotóxicos no país. E por fim, a importância do agroextrativismo na utilização sustentável do bioma, trazendo à tona, através de uma análise cienciométrica, a realidade da existência de poucos estudos científicos, que abordam o agroextrativismo, que é capaz de gerar renda, fixar a população no campo, respeitando a capacidade de resiliência dos ecossistemas.por
dc.description.abstractThe Cerrado is the second largest biome in South America and considered a hotspot of world biodiversity. The predatory occupation of Biome occurred more intensely from the 1970s, with the government action of implementation of the National Development Program (NDP) and the advent of the Green Revolution. So the whole technology package, which included mechanization, use of agricultural inputs such as fertilizers and pesticides, improved seeds and irrigation had the Cerrado field conducive to its spread. That led to deforestation of vegetation, field man expulsion for cities and loss of traditional knowledge of people who have umbilical connection to the biome, such as indigenous and maroon. The State of Goiás, which is inserted into the core area of the biome, experienced this revolution in intense field, so the justification this study. Among the items of the technology package, the pesticides selected for further consideration. Pesticides, also called pesticides or pesticides, are currently responsible for trade billions of dollars worldwide. Are substances which, while being increasingly used in agriculture may cause danger to humans, depending on the toxicity, the degree of contamination and exposure time during its application. They are directly related to the development of a number of diseases in human populations, including, cancer. It is necessary to urgently awareness of that pesticides are poisons that are put on the table and also the search for alternatives to destructive agribusiness, among them the Agroextractivism, theme little explored by current scientific research. This work is divided into three articles. The first has the general objective to understand the production process of occupation in the areas of Cerrado in the post 1960 and printed social and environmental impacts from this development model, the state of Goiás. The second text seeks to promote a process of reflection on the industry agrochemical and its impacts for Brazilian public health. Finally, the importance of agroextractivism sustainable use of the biome, surfacing, through a scientometric analysis, the reality of the existence of few scientific studies that address the agroextractivism, which is able to generate income, keep people in the field respecting the ecosystem resilience.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Sandra Barbosa (sandrabarbosa632@gmail.com) on 2020-04-13T18:22:03Z No. of bitstreams: 2 Rodrigo DUTRA.pdf: 2413898 bytes, checksum: 16a0d8fea7096e84d940da16acae2b0b (MD5) license.txt: 2138 bytes, checksum: 77209788b6548b0520e61e670bd90d68 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2020-04-14T12:22:50Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Rodrigo DUTRA.pdf: 2413898 bytes, checksum: 16a0d8fea7096e84d940da16acae2b0b (MD5) license.txt: 2138 bytes, checksum: 77209788b6548b0520e61e670bd90d68 (MD5) Previous issue date: 2015-07-10eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Estadual de Goiáspor
dc.publisher.departmentUEG ::Coordenação de Mestrado em Recursos Naturaispor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUEGpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação Stricto sensu em Recursos Naturais do Cerrado RENACpor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectApropriação do Biomapor
dc.subjectAgrotóxicospor
dc.subjectSaúdepor
dc.subjectAgroextrativismopor
dc.subjectBiome ownershipeng
dc.subjectPesticideseng
dc.subjectHealtheng
dc.subjectAgroextractivismeng
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICASpor
dc.titleEntre os impactos socioambientais da modernização da agricultura e as alternativas para transformação: uma análise a partir do cerrado goianopor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Mestrado em Recursos Naturais do Cerrado (RENAC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rodrigo DUTRA.pdf2,36 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.